Demoliner/ Querrey perdem match points e são vice-campeões em Viena; Pouille vence na simples
Marcelo e Sam juntos (Foto: Divulgação)

Neste domingo (29), o tenista gaúcho Marcelo Demoliner, jogando ao lado do norte-americano Sam Querrey, disputou a maior final de sua carreira. No ATP 500 de Viena, a parceria do Brasil e dos Estados Unidos enfrentou a dupla composta pelo indiano Rohan Boppana e o uruguaio Pablo Cuevas.

Depois de uma hora e 49 minutos, os cabeças de chave número três da competição venceram por dois sets a um, com parciais de 7/6 6/7 e 11/9, para ficar com o título.

Com o bom resultado nesta semana, Demo sobe 255 pontos no ranking mundial e atingirá seu melhor resultado na próxima segunda-feira (30): o de número 35 do mundo, com 1955 pontos.

Esta foi a quarta final do gaúcho no ano: somente nesta temporada, jogando ao lado do neozelandês Marcus Daniell, perdeu na decisão do Brasil Open, o ATP 250 de São Paulo, para os brasileiros Rogério Dutra Silva e André Sá.

Mais recentemente, foi derrotado na final do ATP 250 de Lyon, na França, para o argentino Andres Molteni e o canadense Adil Shamasdin. Já no começo do mês, foi finalista do ATP 250 de Chengdu, na China, perdendo para Jonathan Erlich de Israel e Aisam Ul Haq Qureshi do Paquistão por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 7/6, em uma hora e 31 minutos.

Pouille leva melhor em decisão francesa

Na chave de simples, o campeão foi o francês Lucas Pouille - 25º colocado no ranking mundial. Na decisão, o tenista de 23 anos derrotou seu compatriota Jo-Wilfried Tsonga - número 15 do mundo - por dois sets a zero, com parciais de 6/1 e 6/4, depois de uma hora e 12 minutos. Com os 500 pontos conquistados, o natural de Grande Synthe sobe sete posições no ranking da ATP e será o 18º na segunda-feira (30).

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo