Fognini destrona Cuevas e garante vaga na final do Brasil Open
Fabio bate backhand durante partida (Foto: Gaspar Nóbrega/DGW Comunicação)

Fognini destrona Cuevas e garante vaga na final do Brasil Open

Em apenas uma hora e 11 minutos, italiano venceu uruguaio por dois sets a zero e acabou com sequência de 15 vitórias consecutivas do adversário em São Paulo

reokami
Renato Okabayashi Miyaji

Neste sábado (03), foram disputadas as semifinais da chave principal de simples do Brasil Open, o ATP 250 de São Paulo. Na quadra central do Ginásio do Ibirapuera, o tenista uruguaio Pablo Cuevas - atual tricampeão do torneio - enfrentou o italiano Fabio Fognini - cabeça de chave número dois.

A vitória do italiano foi pelo placar de dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/2, em uma hora e 11 minutos em quadra.

Na final, Fognini enfrenta o vencedor da partida entre o espanhol Albert Ramos-Vinolas - cabeça de chave número um do torneio - e o argentino Horacio Zeballos - algoz do francês Gael Monfils.

Resumo da partida

Assim como nos jogos anteriores, Cuevas não estava sacando bem. Desde o primeiro game, cometeu uma dupla falta. No entanto, a primeira chance de quebra foi justamente a favor do uruguaio, mas acabou sendo salva por Fabio com bons saques. No quinto game, Pablo sentiu as chances perdidas e, perdendo confiança, cedeu o break. Crescendo na partida e mantendo a vantagem, Fognini fechou o primeiro set por 6/4.

Ainda sem conseguir encontrar seu melhor tênis, o uruguaio foi quebrado logo no primeiro game do segundo set. Com a vantagem no placar, o italiano sufocava o adversário e não era ameaçado em seus games de saque. No quinto game, conseguiu outro break, aproveitando os erros excessivos do uruguaio. Mantendo a sua vantagem tranquilamente, conquistou a vitória por 6/2.

Cuevas vinha de vitória sobre o argentino Leonardo Mayer - cabeça de chave número cinco - em batalha de quase três horas de duração, com parciais de 6/3 6/7 e 7/6. Já Fognini teve triunfo tranquilo sobre o veterano espanhol Guillermo Garcia Lopez por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/2, em uma hora e nove minutos em quadra.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo