Jarry derrota Zeballos e faz primeira final da carreira no
Brasil Open
Jarry comemora vitória (Foto: Marcello Zambrana/DGW Comunicação)

Neste sábado (03), foram disputadas as semifinais da chave principal de simples do Brasil Open, o ATP 250 de São Paulo. Na quadra central do Ginásio do Ibirapuera, o tenista argentino Horacio Zeballos enfrentou a sensação chilena Nicolas Jarry - 73º colocado no ranking mundial.

A vitória do chileno foi pelo placar de dois sets a um, com parciais de 6/7 6/4 e 6/4, em duas horas e nove minutos em quadra.

Na final, Jarry enfrenta o italiano Fabio Fognini - cabeça de chave número dois do torneio - que vem de um triunfo surpreendente sobre o uruguaio Pablo Cuevas - atual tricampeão - em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2, em uma hora e 11 minutos.

+ Fognini destrona Cuevas e garante vaga na final do Brasil Open

Ambos tenistas vinham de grandes vitórias: Jarry derrotou o cabeça de chave número um do torneio - Albert Ramos-Vinolas da Espanha - por dois sets a um, com parciais de 6/7 6/4 e 7/6, em duas horas e 48 minutos em quadra. Já Zeballos surpreendeu o francês Gael Monfils em três sets: 6/3 3/6 e 6/3.

Resumo da partida

O jogo começou equilibrado, com ambos tenistas dominantes e confirmando seus games de serviço com facilidade. Nos oito primeiros games, Zeballos havia perdido apenas três pontos em seu saque e Jarry, somente dois. E a parcial seguiu assim, sem chances para o devolvedores até o tiebreak.

Logo no primeiro ponto, o chileno errou um forehand fácil, cedendo o minibreak. No sexto ponto, o argentino devolveu o favor e o empate persistiu no placar. Porém, no 12º game, no primeiro set point a favor de Horacio, Jarry sentiu a pressão e jogou o forehand para fora, quando tinha a quadra inteira aberta, perdendo por 7/5.

A segunda parcial teve início parecido com a anterior, com cada jogador com alto índice de aproveitamento de primeiro serviço, o que os dava larga vantagem nos games de saque. No entanto, no nono game, Jarry foi agressivo nas devoluções e forçou os erros do argentino, que cedeu a quebra – a primeira do jogo para ambos os lados. Confirmando seu saque, o chileno fechou o set por 6/4.

Confiante, Nicolas voltou melhor para o terceiro set. Com boas devoluções, pressionou o argentino desde o game inicial, quando perdeu um break point. No terceiro game, não teve jeito: Zeballos cometeu muitos erros e cedeu a quebra. Sacando muito, o chileno manteve a vantagem conquistada e venceu a partida por 6/4.

Vivendo a melhor fase da carreira, a jovem revelação chilena vem de uma de suas melhores semanas, ao ser semifinalista do Rio Open. Aos 22 anos, é o 73º colocado no ranking mundial.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo