Fognini celebra título do Brasil Open: "Melhor maneira de encerrar a gira sul-americana"
Fognini na entrevista coletiva (Foto: Renato Miyaji/ VAVEL Brasil)

Neste domingo (04), o tenista italiano Fabio Fognini - cabeça de chave número dois - conquistou o Brasil Open 2018, o ATP 250 de São Paulo, depois da vitória sobre a sensação chilena Nicolas Jarry - 73º do mundo.

“Estou muito contente por encerrar a gira sul-americana dessa maneira. Estou jogando muito bem, acho que a pior derrota foi para o Verdasco (na semifinal do Rio Open)" disse o natural de Sanremo“Estou muito feliz pelo título, afinal, toda semana perdemos um" completou.

A vitória do italiano foi pelo placar de dois sets a um, com parciais de 1/6 6/1 e 6/4, depois de uma hora e 34 minutos de partida.

+ Fognini vence Jarry de virada e conquista o Brasil Open 2018

“Foi uma final de nervos. O primeiro set passou muito rápido, com ele (Jarry) sacando muito bem e não tinha nada que eu pudesse fazer. Esperei um pouco até que ele baixasse de intensidade e parasse de sacar tão bem, para que eu começasse a tomar mais iniciativa e jogasse melhor" analisou.

Este foi o sexto título em 15 finais na carreira do italiano: foi campeão em Stuttgart, HamburgoViña del MarUmag e Gstaad. Sua última conquista foi no torneio suíço, em julho de 2017. "Fogna" já havia feito final no Brasil em 2015, quando chegou à decisão do Rio Open, mas acabou derrotado pelo espanhol David Ferrer.

 “Estava me sentindo muito bem durante toda a semana e gostei muito do apoio da torcida. Joguei muito bem contra o Domingues, contra o Garcia Lopez e, ontem, contra o Pablo (Cuevas)" disse.

Com os pontos conquistados nesta semana, Fabio ganha uma posição no ranking da ATP, retorna ao top 20 e será o número 19 do mundo na próxima segunda-feira (05), com 2190 pontos - 65 a mais que o australiano Nick Kyrgios. Seu melhor resultado da carreira foi a 13ª posição em março de 2014.

Foto: Gaspar Nóbrega/DGW Comunicação
Foto: Gaspar Nóbrega/DGW Comunicação

 “Estou novamente no top 20 e o objetivo é seguir melhorando. A melhor do ranking será consequência de meus resultados dentro de quadra" afirmou.

Mesmo com a derrota, Jarry segue com sua ascensão absurda no ranking mundial: número 94 do mundo, duas semanas atrás, antes do início do Rio Open, o chileno já será o 61º na próxima segunda-feira (05), com 872 pontos.

“É um jogador muito jovem e que, por isso, terá muitas mais chances de disputar partidas grandes como essa. Já é um jogador pronto e completo. Ele tem um bom saque, justamente por ser tão alto" falou a respeito do adversário.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo