Stephens vence Azarenka pelo segundo torneio consecutivo e é primeira finalista em Miami
Foto: Divulgação/Miami Open

Depois de garantir a entrada no Top 10 do ranking mundial, a cabeça de chave #13 Sloane Stephens eliminou de virada a tricampeã do Miami OpenVictoria Azarenka, em 2h10 e avançou para a grande final do torneio. Após perder o primeiro set, a americana dominou o confronto e venceu 12 dos últimos 13 games da partida para avançar no torneio: 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/2 e 6/1.

Victoria Azarenka fez um grande torneio, mas sofreu com cãibras no último set e acabou não resistindo a pressão. Essa foi a segunda derrota de Azarenka para Stephens neste mês: em Indian Wells, a americana venceu por 6/1 e 7/5, na segunda rodada. A final do torneio acontece neste sábado (31), e a outra finalista será definida na partida entre #6 Jelena Ostapenko e a qualifier Danielle Collins.

Azarenka começou de forma dominante o primeiro set. Com Stephens problemática no primeiro serviço e com seu forehand desequilibrado, a bielorrussa quebrou no primeiro e no terceiro games e abriu 3/0. Após a troca de lados, a americana conseguiu ajustar o seu jogo, encaixar winners e devolveu uma das quebras, fazendo 1/3.

O quinto game foi o mais longo do primeiro set. Stephens enfrentou um break point, mas conseguiu confirmar pela primeira vez e, após nove minutos de game, fez 3/2. A americana passou a se defender muito melhor e igual o jogo na sequência, quebrando mais uma vez o saque de Azarenka e fazendo 3/3.

Mas, depois de ter batalhado para igualar o set, Stephens continuou muito inconsistente no saque, com apenas 32% dos pontos ganhos com seu primeiro serviço, e foi quebrada novamente. A americana deu trabalho para Azarenka no oitavo game, mas a bielorrussa confirmou para fazer 5/3. Aí, sacando para se manter no set, Sloane foi muito mal, Azarenka não cedeu nenhum ponto e quebrou pela quarta vez para fechar em 6/3, após 45 minutos.

Assim como na primeira parcial, Azarenka começou o set abrindo vantagem, confirmando o primeiro saque e depois quebrando Stephens, abrindo 2/0. Depois de errar mais e falhar nos ralis, a americana passou a encaixar mais o seu forehand e quebrou Vika no terceiro game sem perder nenhum ponto, e confirmou na sequência seu saque para fazer 2/2.

O quinto game foi decisivo para o set. Stephens abriu 40-0, falhou muito na devolução na sequência, e aí teve que salvar game point para quebrar novamente e fazer 3/2. A partir daí, Azarenka passou a errar muito - 13 a 7 em erros não-forçados - e a americana, melhorando seu saque, controlou a partida. Confirmou no sexto game, quebrou outra vez no sétimo e segurou o saque no oitavo para vencer por 6/2, após sair perdendo por 0/2, em 39 minutos.

Sacando para abrir o terceiro set, Azarenka enfrentou um game de nove minutos, teve chance para confirmar, mas foi quebrada pela quarta vez consecutiva. Errando muito, a bielorrussa perdeu o controle da partida e Stephens teve tranquilidade para confirmar seu saque. A americana quebrou de novo no terceiro game, e depois fez um game de serviço sem perder nenhum ponto, venceu o 10º seguido e fez 4/0.

Irritada e sofrendo muito com cãibras, Azarenka enfrentou mais problemas no seu saque, mas finalmente venceu um game, descontando para 4/1. Mas os problemas físicos dificultaram a precisão da bielorrussa, e Stephens venceu os dois games finais para fechar em 6/1, após 45 minutos, e avançar para sua primeira final desde o título do US Open.

VAVEL Logo