Rafael Nadal vence Kei Nishikori e conquista décimo primeiro título em Monte Carlo

Rafael Nadal vence Kei Nishikori e conquista décimo primeiro título em Monte Carlo

Em dia de recordes, espanhol recupera trono de maior vencedor de Masters 1000

constantor
André Luiz V. B. T. dos Reis

A mítica superioridade de Rafael Nadal no saibro não dá sinais de estar chegando ao fim. O  atual número um do mundo vai acrescentando novos recordes ao seu, já espetacular, currículo, superando gerações de desafiantes e confirmando ano após ano o status de maior jogador da história da terra batida. Nesse domingo (22), o canhoto de Mallorca conquistou seu 11° título no ATP de Monte Carlo, derrotando o japonês Kei Nishikori por dois sets a zero, parciais de 6/3 e 6/2, em 1h e 33 minutos de partida.

Com o resultado, o ''Touro Miúra'' amplia uma marca que já era sua, a de tenista masculino com o maior número de troféus em um único torneio. O único paralelo possível ao feito de Rafa só pode ser encontrado no circuito feminino, nas doze taças que Martina Navratilova ostenta em Memphis

A data de hoje pode ser apenas a primeira na temporada em que o “Rei do Saibro’’ se torna hendecampeão, já que ele pode igualar o recorde já no próximo domingo, no ATP 500 de Barcelona, e é cada vez mais favorito à conquista de Roland Garros.

Com o título, Nadal recupera o recorde de troféus de Masters 1000, desempatando a disputa com o sérvio Novak Djokovic e chegando a 31 títulos, 23 deles na terra batida. A vitória de hoje garante também o espanhol como número um do mundo pela 171° semana na carreira. Rafa ultrapassa assim o americano John McEnroe e se torna o sexto jogador com mais tempo na liderança do ranking da ATP.

A decisão não foi diferente dos passeios que Nadal vinha fazendo em Mônaco durante essa semana. Apesar de alguma instabilidade do primeiro set, e de parecer sentir em alguns momentos o peso do jogo, o “Rei do Saibro’’ dominou amplamente as ações. Colocou mais de 90% das devoluções em quadra e obrigou Kei Nishikori a enfrentá-lo quase sempre nos ralis. Agressivo com seu forehand e sólido no contra-ataque com o revés, o jogo de Rafa não apresentava nenhum buraco passível de ser explorado pelo rival.

Nishikori ainda tentou pressionar o segundo saque do oponente, explorando a esquerda do espanhol e atacando a poderosa direita de Rafa com golpes cruzados de backhand. O japonês se aproveitou do nervosismo do número um do mundo e quebrou na frente, ainda no terceiro game da partida.

Mas a tenacidade e maior qualidade do canhoto de Mallorca nas trocas de fundo logo se fizeram sentir, e Nadal devolveu a quebra imediatamente, abrindo logo depois a vantagem que lhe garantiria o placar de um set a zero. O panorama não mudou na série seguinte e, superando dois games de serviço do oponente, Rafa caminhou soberano para mais uma taça no Principado de Mônaco

É a quarta vez que o espanhol se torna campeão do Masters de Monte Carlo sem perder sets.  Nadal conquistou seu primeiro título em 2018 e o 76° de uma carreira cujos números não cessam de aumentar. A temporada europeia de saibro está apenas no início e, mais uma vez, não há ninguém que pareça ser páreo para o espanhol nesse período do ano. 

VAVEL Logo
CHAT