Após furar quali, Rogerinho cai para Djokovic na primeira rodada em Roland Garros

Brasileiro fez grande partida, mas não resistiu à intensidade do sérvio e foi derrotado em sets diretos

Após furar quali, Rogerinho cai para Djokovic na primeira rodada em Roland Garros
Djokovic saiu atrás em dois sets mas elevou o nível para conquistar a vitória sobre o brasileiro (Foto: XIN LI/Getty Images)
#22 Novak Djokovic
3 0
#134 Rogério Dutra Silva

O brasileiro Rogério Dutra Silva foi derrotado por Novak Djokovic nessa segunda feira (28), em jogo válido pela primeira rodada da chave principal do Aberto da França. O sérvio, detentor de 12 títulos de Grand Slam, chegou à vitória por 3 a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/4, em 2 h e 05 minutos em quadra. A partida de hoje foi a segunda entre os dois tenistas, que já haviam se enfrentado pela segunda rodada do US Open, em 2012. Na ocasião, Nole também superou o brasileiro em sets diretos.

Rogerinho proporcionou um bom teste para o sérvio. Djokovic foi quebrado no início dos dois primeiros sets, e precisou elevar o nível para não se complicar nas parciais. Sacando abaixo do que pode, o atual número 22 do mundo mostrou fragilidade no seu lado direito, permitindo a conquista de belos pontos na paralela pelo revés simples de Dutra Silva.

O brasileiro, que ocupa a posição de número 134 no ranking da ATP, não se abateu por se ver dois sets abaixo e obrigou o oponente a permanecer concentrado na partida até o fim. Nole chegou a sacar em 4/3 na terceira série, mas foi surpreendido pela correria do brasileiro, que empatou o placar.

No entanto, a superioridade do ex-número 1 do mundo era grande, e bastou uma pequena queda de intensidade por parte de Rogerinho para que o sérvio recuperasse a vantagem e, com renovada tranquilidade, confirmasse a classificação para a próxima rodada.

Rogerinho volta agora para o Brasil, onde descansa nas próximas semanas e se prepara para o ATP de Umag. Novak Djokovic, por sua vez, segue em frente em Roland Garros, lutando ainda para recuperar o tênis que o tornou quase que invencível nas temporadas de 2015 e 2016.

O próximo adversário do sérvio é o jovem espanhol Javier Munar, que protagonizou uma das maiores surpresas dessa primeira rodada ao derrotar o compatriota David Ferrer, finalista de Roland Garros em 2013, em uma virada espetacular conquistada depois de perder os dois primeiros sets.