Alexander Zverev salva match point e vence Damir Dzumhur em batalha de cinco sets

Em jogo de quase quatro horas, alemão esteve atrás em dois sets a um, mas virou para cima do bósnio e conquistou primeira vitória contra um top 50 em grand slams

Alexander Zverev salva match point e vence Damir Dzumhur em batalha de cinco sets
Zverev conseguiu a segunda vitória seguida em cinco sets para seguir no Aberto da França (Foto: Thomas Samson/AFP/Getty Images)
#29 Damir Dzumhur
2 3
#3 Alexander Zverev

Em um dos grandes jogos desse início do Aberto da França, o cabeça de chave #3 Alexander Zverev conseguiu uma grande virada sobre o cabeça de chave #26 Damir Dzumhur para avançar à terceira rodada do torneio. Em partida de 3h58, o alemão venceu por três sets a dois, com parciais de 6/2, 3/6, 6/4, 7/6 e 7/5. O bósnio sacou para vencer o jogo no quarto set e teve um match point no quinto, mas acabou sendo derrotado no primeiro jogo desta sexta-feira (1º) na quadra Philippe-Chatrier.

Com apenas 21 anos, Zverev já tem três títulos de Masters 1000, mas não consegue o mesmo sucesso em Grand Slams até agora: com a quarta rodada garantida em Roland Garros, iguala sua melhor campanha em majors até hoje - Wimbledon 2017. Essa é a primeira vitória do alemão sobre um tenista top 50 no ranking da ATP nesse tipo de torneio na carreira. 

Com muita força no saque, Zverev venceu só perdeu três pontos no seu serviço no primeiro set e, em apenas 25 minutos, garantiu o 1 a 0, com parcial de 6/2, dando a impressão de que confirmaria seu favoritismo de forma relativamente tranquila.

Zverev chegou a abrir 3/1 no segundo set, mas Dzumhur passou a variar os golpes, abusar de dropshots e dificultar a vida do alemão, que costumeiramente vai mal na rede. Assim, o bósnio venceu os últimos cinco games da segunda parcial, e venceu por 6/3, em 39 minutos.

Dzumhur continuou jogando mais perto da linha de base e ditando o ritmo. Zverev conseguiu manter o saque no 3/3, salvando três break points, mas o bósnio venceu oito dos próximos nove pontos para abrir vantagem de 5/4, e, no nono game, evitou a quebra duas vezes para levar a terceira parcial em 48 minutos, 6/4.

Pressionado, Zverev enfrentou uma desvantagem de 2/4 no quarto set, mas quebrou no oitavo game para empatar a parcial. Arriscando mais e subindo mais a rede, o alemão conseguiu pressionar Dzumhur, mas foi quebrado no 11º game e o bósnio sacou para fechar o jogo. Porém, Damir perdeu de zero o game que poderia garantir a vitória, e Sascha forçou um tie break. Aproveitando esse momento de insegurança do rival, o cabeça de chave três foi mais firme no desempate e fechou o set em 7/6 (7-3), em 1h08.

Dzumhur perdeu um mp e a chance de avançar à quarta rodada em Roland Garros (Foto: Thomas Samson/AFP/Getty Images)
Dzumhur perdeu um mp e a chance de avançar à quarta rodada em Roland Garros (Foto: Thomas Samson/AFP/Getty Images)

O abalo de ter perdido tamanha chance de vencer o jogo parecia ter caído sobre Dzumhur, que foi quebrado logo no primeiro game do set decisivo. O bósnio até recuperou a quebra logo na sequência, mas Zverev novamente tomou a vantagem no serviço do rival e fez 2/1.

Mas o bósnio conseguiu se manter no jogo, confirmou seu saque de zero em duas vezes consecutivas e empatou o jogo quebrando Zverev no oitavo game, fazendo 5/4 na sequência. Dzumhur teve aí mais uma grande chance de fechar o jogo, com um match point no 10º game, mas o alemão conseguiu salvar seu saque, e quebrou o rival na sequência para fazer 6/5. Sacando para o jogo, Sascha se impôs e conseguiu a segunda vitória seguida em cinco sets no Aberto da França, fechando a parcial em 7/5, após 1h03.

Zverev enfrentará na quarta rodada o vencedor do confronto entre o cabeça de chave #15 Lucas Pouille e o #38 Karen Khachanov, que se enfrenta ainda nesta sexta-feira (1º).