Imparável e indiscutível: Nadal bate Thiem e conquista 11º título do Aberto da França

Imparável e indiscutível: Nadal bate Thiem e conquista 11º título do Aberto da França

Maior campeão em Roland Garros, espanhol venceu decisão em sets diretos - 6/4, 6/3 e 6/2 - e garantiu seu 17º Grand Slam na carreira

vavel
Pedro Dayrell

O número um do mundo, Rafael Nadal conquista um extraordinário décimo primeiro título em Roland Garros com uma performance dominante nas quadras de saibro parisienses contra o estreante em finais de Slam, #8 Dominic Thiem. O espanhol, que levantou seu primeiro troféu em Paris em 2005, ganhou com parciais de 6/4, 6/3 e 6/2, em 2h42, numa tarde quente e úmida na quadra Philippe Chartrier.

É o seu segundo Aberto da França seguido e estende seu recorde de partidas vencidas no saibro francês para 16 jogos, sendo que sua última derrota foi para Novak Djokovic em 2015 nas quartas de final.

Muitos esperavam por uma partida complicada, encardida e até mesmo parelha. Porém, Nadal começou o jogo ligado, contabilizando um break no primeiro game do jogo e consolidando logo uma vantagem de 2/0 no placar. O austríaco logo reagiu e nivelou o embate quebrando logo em seguida de volta o espanhol e empatando o confronto em 2/2. A continuação da primeira parcial seguiu disputada fisicamente e mentalmente até o décimo game quando, no 4/5, Thiem cometeu uma sucessão de erros não- forçados e cedeu seu game de serviço de zero para Rafa.

Com o primeiro set já resolvido por 6/4, Nadal começou a jogar mais potente e intensamente ainda, minando qualquer chance de reação do austríaco e seu poderoso backhand de uma mão logo no início da segunda parcial, quebrando seu saque e consolidando uma vantagem de 3/0. Thiem, sem conseguir reação, não conseguiu voltar pro jogo, viu o segundo set escapar e ir para as mãos do espanhol por 6/3 em menos de duas horas, tornando sua tarefa na partida cada vez mais difícil.

Thiem não resistiu à Nadal e ficou com o vice em sua primeira final de Slam (Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images)
Thiem não resistiu à Nadal e ficou com o vice em sua primeira final de Slam (Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images)

Com o sol castigando, Nadal continuou a pressionar, enquanto Thiem imediatamente sucumbiu em 0-40 logo no primeiro game da terceira parcial de maneira drástica. Mesmo assim, de alguma maneira, Thiem voltou no placar e conseguiu manter seu serviço no 1/0. Mas, como manda o figurino e apesar do esforço, Nadal mostraria sua força quebrando o austríaco no terceiro game. No quarto game, vencendo por 30-0, Nadal cometeu dupla falta e foi direto para sua cadeira pedindo atendimento médico.

Após flexionar o dedo do meio de sua mão esquerda e reforçando a bandagem no seu pulso esquerdo, Nadal esqueceu seu erro anterior, ratificou sua vantagem e manteve seu saque em 3/1. Aparentemente sem sentir dores, Nadal prosseguiu em velocidade de cruzeiro para fechar o jogo em 6/2, totalizando 2h42 de embate e um décimo sétimo Grand Slam pra sua sala de troféus.

Nadal comemorou 11º título em Roland Garros (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)

Com esse Roland Garros e o titulo do US Open em 2017, Nadal venceu três dos últimos cinco Grand Slams e continua com a primeira posição do ranking mundial. Agora na temporada de grama, o espanhol terá de volta a disputa clássica com Federer, lutando para destronar o 'Imperador' do saibro na liderança da ATP Nitro Rankings. Thiem, semifinalista em três anos seguidos no Aberto da França, fica com a decepção do vice, mas com a esperança de lutar nos próximos anos.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 19 dias
há 20 dias
há 20 dias
há 25 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês