Radwanska supera dificuldades, vira contra Gavrilova e segue em Eastbourne
Foto: Divulgação/WTA

Radwanska supera dificuldades, vira contra Gavrilova e segue em Eastbourne

Ex-número 2 do mundo, polonesa salvou dois match points para vencer a australiana em três sets no Nature Valley International

vavel
Pedro Dayrell

Ex- número dois do mundo, Agnieszka Radwanska continuou sua volta ao circuito no Nature Valley International, salvando dois match points para vencer a #25 Daria Gavrilova por 5/7, 7/6(4) e 6-0, em 2h57.

Finalista em Wimbledon em 2012, Radwanska estava jogando apenas seu segundo jogo após ter abandonado sua partida na primeira rodada do WTA de Istambul e se viu quase perdendo antes de persistir rumo à vitória e derrotar a australiana após quase três horas de batalha na grama de Eastbourne.

A polonesa mostrou alguns sinais de falta de ritmo comn no seu primeiro jogo contra a húngara Timea Babos, e gostou de ter mais ritmo e mais jogo no inicio do primeiro set, abrindo uma vantagem de 4/1 para Gavrilova.

Gavrilova, que vem de um terceira rodada de Roland Garros (seu melhor resultado até agora em Paris) ganhou um épico sexto game onde ela salvou seis break points, e continuou nesse momentum durante seis dos sete games seguintes para finalmente fechar o set de abertura em 7/5.

"Eu acho que deixei o primeiro set escapar um pouquinho. Estava com 4/1 ao meu favor e depois veio esses games longos e, você sabe, isso poderia ter acabado de um a forma bem diferente. Mas, no final, ela estava inspirada fazendo jogadas incríveis e o set acabou indo pra ela (Gavrilova)”, disse Radwanska após o jogo.

Radwanska e Gavrilova mantiveram seus saques até o décimo game do segundo set, quando a cabeça de chave número 15, quebrou o saque da polonesa pra sacar pro jogo..

"O segundo set foi muito similar ao primeiro. Game a game, ponto a ponto. Sempre muito duro, com rallies longos. E aí, com dois match points abaixo, mas com tudo sempre muito difícil e na conta 
do chá. Eu acho que a saque foi a chave pra vitória nessa partida. Foi muito importante mesmo
", analisou Radwanska.

Radwanska savlou dois match points para forçar o tie break, mostrando seu velho toque e habilidade na quadra para empatar a partida e garantir sua vitória de maneira categórica e rápida no set decisivo.

Especialmente firme e segura nos pontos em que estava pressionada, Radwanska converteu impressionantes seis em seis break points durante o embate, e salvou 10 de 14 break points, em que foi submetida no seu serviço para assim garantir um encontro na terceira rodada, após atropelar Gavrilova no terceiro set: 6/0, em 27 minutos.

Nas oitavas de final, Radwanska jogará contra sua rival de longa data e campeã recentemente em Birmingham, a tcheca #8 Petra Kvitova, que eliminou a #89 Kateryna Bondarenko.

"Não tenho nada a perder, especialmente porque ela está tendo uma grande temporada com cinco títulos, ela está simplesmente on fire. Já jogamos tantas partidas uma contra o outra que, você sabe, eu só espero estar jogando da maneira em que me desenvolvi na quadra hoje. Veremos pois estarei jogando contra uma das melhores do mundo. Deus sabe o que me reserva amanhã na quadra”, disse a polonesa.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 5 dias