No jogo mais longo do dia, Kerber avança sobre Kasatkina e está nas semifinais de Eastbourne

Ex-número 1 do mundo precisou de mais de duas horas para eliminar jovem russa, que perdeu várias chances no jogo

#11 Angelique Kerber
2 1
#14 Daria Kasatkina

Angelique Kerber almeja chegar ao seu primeiro título na grama desde 2015. Para isso, precisou, nesta quinta-feira (28), passar pela jovem russa #14 Daria Kasatkina, que não amoleceu para a alemã: foram necessários 206 pontos para Kerber poder celebrar a vitória nas quartas de final, por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/7(3) e 7/6(3), em Eastbourne.

Kerber, conhecida por seu estilo defensivo de jogo, liderou a estatística de winners: foram 41 contra 31 da russa, e 32 erros não-forçados, contra 38 de Kasatkina. No entanto, as estatísticas devem ser olhadas com mais cautela, pois a discrepância na partida só existiu no primeiro set. Nos dois restantes, a partida foi extremamente equilibrada.

A partida começou com uma Kerber em forma e uma Kasatkina errática. Ao que parecia, a russa, ou iria passar o jogo inteiro daquela maneira, ou apenas precisava encontrar ritmo. Entretanto, isso não foi possível no primeiro set, que foi vencido pela alemã com absurda facilidade: 6/1.

O segundo set foi o mais equilibrado da partida, e também o mais complicado. Só nele, foram jogados 93 pontos, quase metade dos disputados em toda a partida. Apesar das inúmeras quebras de serviço ocorridas no set, inclusive com Kasatkina servindo para o set em 6/5, o tiebreak se tornou uma realidade, com uma virada épica da russa: tendo uma desvantagem de 2-3, venceu os próximos cinco pontos e fechou o set em 7-3, forçando um terceiro set.

O set final, apesar de um 7/6, foi de domínio inicial para Daria Kasatkina. Servindo em 4/2, a russa teve a chance de fechar o game e marcar 5/2 no placar, mas foi incapaz, e, com a quebra, Kerber estava de volta na partida, servindo para vencer o jogo em 5/4 e 6/5, mas em ambas as oportunidades, foi quebrada sem conseguir sequer um match point.

O tiebreak do terceiro set seguiu a mesma dinâmica do set anterior: a perdedora abriu uma vantagem de 3-2 - e, nesse caso, Kasatkina conseguiu uma vantagem de 3-1 -, porém, acabou por perder o tiebreak por 7-3. Assim, a alemã conseguiu vaga garantida nas semifinais.

Em entrevista após o encontro, Kerber enfatizou o equilíbrio da partida, confessando que foi uma batalha dura para as duas, pois jogaram muito bem os sets finais, especialmente o terceiro. Além disso, admitiu ficar contente com o desempenho nos dois primeiros sets, pois jogou muito bem, mas que Kasatkina conseguiu voltar ao jogo no segundo. Já o terceiro foi mais uma montanha-russa, em que a alemã estava apenas tentando se manter na partida.

Sobre a adversária das semifinais no Nature Valley Open, a dinamarquesa #2 Caroline Wozniacki, que venceu, também nesta quinta-feira (28), a australiana Ashleigh Barty, Kerber não poupou elogios. "Eu penso que será outra partida muito boa. Conheço a Caroline muito bem, pois já jogamos muitas vezes no passado e quero muito enfrentá-la". As duas já se enfrentaram 14 vezes, com uma liderança de 8 a 6 para a alemã.