Wozniacki consegue virada épica contra Kerber e chega à final de Eastbourne

Dinamarquesa precisou salvar um match point no segundo set para virar a partida e chegar à final do Nature Valley International pelo segundo ano seguido

Wozniacki consegue virada épica contra Kerber e chega à final de Eastbourne
Foto: Divulgação/WTA
#2 Caroline Wozniacki
2 1
#11 Angelique Kerber

Caroline Wozniacki garantiu vaga na final do Premier de Eastbourne pela segunda vez consecutiva, e desta vez, entrará como favorita para a conquista do título. Para isso, ela precisou vencer, nesta sexta-feira (29), a #11 Angelique Kerber, que havia vencido a dinamarquesa nesse mesmo torneio, em 2014. Desta vez, a vitória foi para a dinamarquesa, que venceu em três sets, com parciais de 2/6, 7/6(3) e 6/4.

As estatísticas, analisadas sob uma perspectiva geral, mostram dados que parecem diferentes do que de fato o placar mostra, inclusive com a alemã vencendo mais pontos que sua adversária. Ao todo, Kerber t eve42 bolas vencedoras e 19 erros não-forçados, enquanto Wozniacki conquistou 34 winners e 24 erros não-forçados. No saque, ambas ficaram próximas aos 70% de primeiro serviço, com a dinamarquesa conseguindo alguns aces a mais (cinco a dois), e as duas cometendo duas duplas faltas ao longo da partida.

No entanto, todas essas estatísticas mostram apenas uma Kerber inspirada no primeiro set, pois, nos dois restantes, a partida foi muito equilibrada, com ambas as tenistas tendo várias chances ao longo destes. Apenas no início do jogo é que a alemã foi dominante, quando conseguiu sair vencer cinco games em sequência e fechar o set em 6/2.

O segundo set foi mais equilibrado, com uma Wozniacki superior no início, mas menos dominante no final do set. No primeiro game de serviço de Kerber, a dinamarquesa conseguiu a quebra, sustentando-a até o 4/2, quando serviu e foi quebrada. Servindo novamente no 5/5, a alemã conseguiu uma quebra crucial, sacando para vencer a partida em 6/5. Teve match point, que foi salvo pela Wozniacki num dos pontos mais dramáticos da temporada, finalizado com um winner que entrou por apenas alguns centímetros. No tie break, a número 2 do mundo conseguiu se impôr, fechando o set por 7/3.

O terceiro set foi mais tranquilo para Wozniacki, mas de maneira alguma foi confortável. Apenas uma quebra foi concedida neste set, a favor da dinamarquesa, mas esta teve de salvar três break points. Como nenhum deles foi concedido, Caroline conseguiu superar o break point de quando serviu para a partida e venceu por 6/4, garantindo sua vaga na final do torneio.

Na entrevista em quadra, a campeã do Australian Open de 2018 disse que a partida foi muito dura. Lembrou que teve um match point a favor de Kerber e que teve muita sorte em acertar a linha várias vezes durante o rally, e não soube como conseguiu superar aquele momento tão adverso, apesar de ter dito que as partidas contra a Kerber sempre eram muito complicadas e que já sabia que esta não seria diferente.

Assim, a final do Nature Valley International tem nome conhecido: Caroline Wozniacki, que participa do torneio pela décima vez na carreira, buscando seu segundo título em três finais disputadas. Para isso, ela precisará vencer a jovem #45 Aryna Sabalenka, de 20 anos, que venceu a #31 Agnieszka Radwanska também nesta sexta-feira (28). As duas nunca se enfrentaram em partidas profissionais.