Em Antalya, Mannarino bate Monfils e busca primeiro título nível ATP da carreira
Mannarino chega pela segunda vez à decisão na grama turca (Foto: Gökhan Taner/ATP World Tour)

Em Antalya, Mannarino bate Monfils e busca primeiro título nível ATP da carreira

Principal cabeça de chave do torneio, Adrian derrotou compatriota por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 7/6 e 6/4; adversário da decisão será Damir Dzumhur

constantor
André Luiz V. B. T. dos Reis

O francês #24 Adrian Mannarino derrotou seu compatriota #41 Gaël Monfils nesta sexta feira (29) pela semifinal do ATP 250 de Antalya. A vitória veio em três sets, parciais de 4/6, 7/6(4) e 6/4, em 2 horas e 1 minuto em quadra. Com o resultado, o atual número 24 do mundo avança para a quinta final nível ATP de sua carreira, a segunda consecutiva na grama turca.

Gaël Monfils, que ocupa atualmente o 41° lugar do ranking, saiu na frente na primeira parcial do embate. Apoiado na solidez de seu saque, conquistou 94% dos pontos jogados com o primeiro serviço, não dando chances para o oponente e aproveitando de modo cirúrgico a única oportunidade de quebra, no décimo game.

Com a vantagem no placar, Gaël manteve o alto índice de saque, e disparou mais sete aces na série seguinte. Dessa vez, porém, Mannarino manteve a frieza, segurou o jogo até o tie break e empatou a partida.

Monfils foi se tornando cada vez mais dependente do saque durante o set decisivo, e as possibilidades surgiram começaram a surgir para ambos os lados. Mannarino foi mais firme em meio à tensão do  décimo game, quebrou o compatriota e deu números finais ao confronto.

Foi o terceiro duelo entre os dois franceses, a segunda vencida por Mannarino. Curiosamente, todos os encontros entre eles ocorreram na grama.

Ano passado, Mannarino terminou como vice-campeão do Antalya Open após ser derrotado pelo japonês Yuichi Sugita. Seu adversário dessa vez será o bósnio #30 Damir Dzumhur, que se classificou ao superar o tcheco Jiri Vesely, em dois sets.

Mannarino saiu de quadra com vitória nas duas vezes anteriores em que enfrentou o bósnio. Se repetir o feito neste sábado (30), o tenista, que completou 30 anos de idade, levanta pela primeira vez na carreira um troféu de torneio ATP.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 5 dias
há 5 dias