Del Potro supera Simon em duelo de dois dias e encara Nadal nas quartas de Wimbledon

Confronto foi interrompido ontem (9) por falta de luz natural e foi finalizado hoje (10) com vitória do argentino por 3 sets a 1, parciais de 7/6(1), 7/6(5), 5/7 e 7/6(5)

#4 Juan Martín Del Potro
3 1
#53 Gilles Simon

O argentino Juan Martín Del Potro passou por um difícil teste contra o francês #53 Gilles Simon em partida que, interrompida na segunda (09) por falta de luz natural em Wimbledon, foi completada nesta terça-feira (10). A 'Torre de Tandil' chegou à vitória em quatro sets, parciais de 7/6 (7-1), 7/6 (7-5), 5/7 e 7/6 (7-5), depois de 4h24 em quadra.

O resultado garantiu ao número 4 do ranking da ATP a classificação para as quartas de final do torneio de Wimbledon pela segunda vez na carreira. A última vez que Delpo alcançou essa fase no All England Club foi em 2013, quando disputou as semifinais e foi derrotado no quinto set de um equilibrado duelo contra Novak Djokovic.

O confronto direto entre os dois tenistas já indicava que a tarde poderia ser longa. Essa foi a oitava vez que eles se encontraram no circuito, e Delpo venceu o francês pela quinta vez.

As devoluções de Simon incomodaram constantemente o poderoso serviço do argentino. Embora as chances de quebra tenham surgido para ambos, a disputa se manteve saque a saque até o tie break, que o argentino dominou com agressividade e precisão para fazer 1 a 0 no placar.

Simon não se abalou e evitou que o rival deslanchasse na segunda série. Chegou a ter a frente com a primeira quebra da partida no sétimo game, mas não segurou a vantagem, revertida logo em seguida. Delpo, por sua vez, pressionou o adversário com o primeiro serviço e o forehand. Porém não mostrou tranquilidade para converter os break points que se sucediam. Foram 10 possibilidades de quebra perdidas. O set terminou em mais um tie break dominado pelo argentino.

Del Potro comemora aquela que já é sua melhor campanha em Wimbledon desde as semifinais que alcançou em 2013 (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)

O ritmo dos jogadores diminuiu na parcial seguinte, e o número de erros aumentou. Paradoxalmente, os dois foram também mais cirúrgicos nos pontos importantes. Del Potro se recuperou de uma quebra alcançada pelo francês ainda no segundo game, mas boas devoluções de Simon no momento em que o rival sacava para levar o set para mais um desempate lhe deram a vitória e impediram a conclusão do jogo por falta de luz natural. A essa altura, a partida já era disputada há mais de trÇes horas.

Os dois tenistas retornaram à quadra hoje e o cenário de equilíbrio pouco se alterou. Simon quebrou na frente mais uma vez, e novamente perdeu a vantagem. A 'Torre de Tandil' levou o terceiro tie break em cima do francês e fechou o duelo no quarto set.

Del Potro encara Rafael Nadal na próxima rodada em partida que vale vaga nas semifinais do Grand Slam inglês. O espanhol eliminou o tcheco Jiri Vesely em três sets e, assim como o argentino, faz a melhor campanha em Wimbledon em anos. A última vez que Rafa havia chegado a essa fase no All England Club foi em 2011, quando perdeu a final do torneio para Novak Djokovic.

O confronto direto entre Del Potro e Rafael Nadal indica grande vantagem para o atual número 1 do mundo, que se saiu melhor em 10 dos 15 jogos. O espanhol superou o rival nos dois encontros mais recentes em majors, e também triunfou nas duas partidas disputadas até hoje na grama.