Ostapenko bate Cibulkova em dois sets e avança às semis de Wimbledon

Ostapenko bate Cibulkova em dois sets e avança às semis de Wimbledon

Letã conseguiu vencer sua adversária mesmo sem apresentar seu melhor tênis, ficando entre as quatro melhores de um Slam pela segunda vez na carreira

Henrique
Gabriel Matos

Após cair nas quartas de final em Wimbledon em 2017, Jelena Ostapenko quebra sua marca pessoal e chega à penúltima rodada do Slam pela primeira vez. Para isso, ela venceu a #33 Dominika Cibulkova, nesta terça-feira (10), por dois sets a zero, com parciais de 7/5 e 6/4, em 1h23 de partida.

Assim, Ostapenko volta a possuir retrospecto positivos em quartas de final de major, uma vez que havia perdido uma partida para Venus Williams, em Wimbledon (2017) e vencido uma contra Caroline Wozniacki (2017). A letã chega a sua 12ª semifinal na carreira, em que possui seis vitórias e cinco derrotas, aproximando-se, também, das 200 partidas. Até o momento, são 179, com 60% de vitórias.

Foi a terceira partida entre Ostapenko e Cibulkova no circuito profissional, em que todas haviam sido vencidas pela eslovaca, incluindo uma na grama, em 2016. Desta vez, os números foram favoráveis à letã: foram 33 winners contra apenas seis da eslovaca, e 28 erros não-forçados de Ostapenko contra 13 da rival.

Além disso, Ostapenko também marcou cinco aces contra um de Cibulkova e quatro duplas faltas, enquanto sua adversária teve cinco. No entanto, ambas tiveram porcentagens baixas de primeiro saque: 58% da eslovaca contra 54% da letã.

Em entrevista, Jelena Ostapenko se mostrou bastante relaxada, distribuindo sorrisos durante as perguntas e respostas. Inicialmente, ela comentou seu início ruim na partida, afirmando que foi jogar numa quadra maior foi diferente, e só conseguiu se adaptar na metade do primeiro set. Ela também foi perguntada sobre a sua parte mental, pois tinha acabado de sofrer com a pressão em Roland Garros. Em resposta, ela comentou que estava bem mais confiante e relaxada, pois conseguia aproveitar melhor o seu jogo.

Além disso, os jornalistas perguntaram a ela sobre a prática de dança que a tenista mantém. Ela disse que, quando pode, dança algumas vezes por semana, e isso ajuda bastante na movimentação em quadra. Quando o entrevistador perguntou a ela qual o gênero favorito de Jelena, ela respondeu uma dança favorita dos brasileiros: samba. Também comentou sobre a relação com os fãs, comentando que tentava se manter o mais próxima possível, falando, inclusive, que o público tira fotos das expressões faciais que ela faz em quadra.

Por fim, a letã comentou um pouco sobre a Copa do Mundo, pois um membro de sua staff costumava jogar futebol num time da Ucrânia. Ela disse que não acompanhava muito o esporte, mas estava acompanhando o torneio em andamento, lembrando que a Letônia, seu país de origem, não estava na disputa, e estava torcendo para Portugal e Espanha, mas ambos os times já estavam fora, e que, no momento, estava apoiando a Inglaterra.

Após a vitória, Jelena Ostapenko irá enfrentar a #10 Angelique Kerber, alemã que já venceu dois Slams na carreira e também tem uma final em Wimbledon. Ela venceu a russa #14 Daria Kasatkina nas quartas por dois sets a zero. Apesar de as duas estarem inclusas na elite do tênis mundial, elas nunca se enfrentaram.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 24 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês