Kerber elogia Kasatkina após vitória e projeta semis contra Ostapenko: "Grande desafio"

Na última terça feira (10), tenista alemã fez uma tremenda exibição para avançar à semifinal em Wimbledon

A alemã Angelique Kerber, 30 anos, está novamente na semifinal de Wimbledon. Para conseguir o feito, precisou passar pela #14 Daria Kasatkina nas quartas de final. Kerber venceu por 6/3 7/5, em 1h31. e está na frente no H2H contra a jovem russa: 4 a 3.

Kerber começou a conferência falando sobre o último game do encontro contra a russa. "O jogo inteiro foi bom. O último game foi um reflexo de tudo o que aconteceu na partida, ele mostrou o quão bem jogamos; ela lutou até o último ponto", destacou.

A alemã não poupou elogios a adversária, falou o quão bem Kasatkina vem jogando, enfatizou as vitórias importantes da jovem russa e revelou que uma das chaves de sua vitória foi aceitar o jogo da adversária.

Quando perguntada se ser a seed de maior ranking ainda viva no torneio a deixava como favorita preferiu afastar a pressão. "Eu acho que nesse ponto, não existe mais favoritismo. Eu não estou olhando para elas [as tenistas que estão fora], estou olhando para mim e para o meu jogo", disse.

A alemã falou sobre a mudança no seu estilo de jogo, afirmou que gosta de ser defensiva, mas que aprendeu como e quando ser agressiva, afirmou que a grama ajuda muito a variar seu estio de jogo. Também disse que nos últimos anos tem trabalhado muito no mental e em seus limites físicos.

"Eu aprendi a pensar melhor. 'Quantos treinos preciso fazer hoje?', 'Como devo me preparar?'; além disso, agora sei perfeitamente bem o que esperar dentro e fora de quadra", contou.

Foi perguntada sobre Serena Williams, que também está nas semifinais, e respondeu que acha ótimo o que a tenista americana vem feito. Novamente falou que tem enorme respeito por Serena como jogadora e como pessoa e disse acreditar que a amiga já está em seu melhor ritmo. E, sobre a possibilidade de enfrentá-la na final, disse estar pronta.

Nas semis no torneio londrino, Kerber enfrentará mais uma jovem adversária Jelena Ostapenko, que venceu a eslovaca #33 Domina CIbulkova em sets diretos. As tenistas nunca se enfrentaram antes. "Sei que é um grande desafio, até porque nunca nos enfrentamos. Ela também é uma Slam Champion. O que sei, é que a pressão não estará completamente em meus ombros", declarou Kerber.

A partida entre Kerber e Ostapenko acontece na próxima quinta-feira (12), às 9h (horário de Brasília).