Kerber domina Ostapenko e volta à final de Wimbledon após dois anos

Kerber domina Ostapenko e volta à final de Wimbledon após dois anos

Tenista alemã não deu qualquer chance para jovem adversária letã e venceu em sets direitos em pouco mais de 1h

anaracheel
Ana Carneiro

Ex número 1 do mundo, Angelique Kerber mostrou excelente nível de jogo ao bater a jovem letã, Jelena Ostapenko com duplo 6/3, em 1h08 no All England Club. A vitória concedeu a experiente alemã uma vaga para a final de Wimbledon, repetindo o resultado de 2016, onde perdeu para Serena Williams.

Ao contrário do que vinha mostrando durante todo o torneio, Kerber manteve-se na defensiva durante a maior parte do jogo. Serviu de forma eficiente, fez ótimas devoluções e, principalmente: cometeu poucos erros. A alemã chegou a ter break logo no primeiro game do set, mas Ostapneko logo conseguiu salvá-lo com uma ótima winner.

A partida seguiu com Ostapenko cometendo muitos erros e Kerber nunca realmente se expondo. Foi no sétimo game da parcial que a letã presenteou a adversária com um erro em um break point: 4/3 a favor da alemã. A letã não conseguiu bater boas bolas de backhand e acabou por deixar que a alemã consolidasse a quebra com extrema facilidade. Quando servia para se manter no set, novamente foi quebrada e perdeu a parcial por 6/3 em 35 minutos.

Ostapenko fez 18 winners e cometeu 19 erros não forçados no primeiro set. Além disso chegou a fazer dois aces e também duas dupla faltas. Kerber, com sua estratégia defensiva, fez seis winners e cometeu apenas dois erros. No serviço a alemã fez dois aces e nem uma única dupla falta. A letã encaixou apenas 59% de primeiro serviço na primeira parcial. Angie foi muito além, com 89%.

Apesar da derrota, Ostapenko vai para cara com uma ótima corrida e com um sorriso no rosto (Foto: John Patrick Fletcher/Action Plus via Getty Images)
Apesar da derrota, Ostapenko vai para casa com uma ótima campanha e com um sorriso no rosto (Foto: John Patrick Fletcher/Action Plus via Getty Images)

No segundo set, Ostapenko voltou com evidente frustração. A pressão pareceu bater na jovem letã, que passou a errar ainda mais bolas. Kerber logo abriu uma ótima vantagem de 3/0 na segunda parcial, tudo graças a instabilidade da adversária.

Ostapenko parou de ir em bolas que eram claramente dentro por fazer mau julgamento e acabou por entrar em uma tempestade causada pelos próprios erros. Kerber chegou servir para o jogo, e teve match point em 5/1, não soube aproveitar e deu a rival a oportunidade de se reerguer. A letã esboçou um comeback, mas ficou apenar na tentativa, pois a ex-número 1 novamente teve a chance de servir para o jogo e finalmente soube finalizar a partida. Novamente 6/3, dessa vez em 34 minutos. 

Ostapenko foi ainda mais agressiva no segundo set, cometendo 17 erros para 12 winners. No serviço, a letã fez o mesmo número de aces e duplas faltas: um. Kerber, apesar de mais sólida, teve cinco erros na conta, contra quatro winners. No quesito serviço a alemã fez pouco apenas um ace, novamente não cometeu dupla falta.

Angelique Kerber agora enfrentará a sua compatriota #13 Julia Goerges ou repetirá a final de 2016, contra a #181 Serena Williams, para disputar o tão desejado título na grama inglesa. 

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 4 horas
há 12 horas
há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias