Em jogo épico, Mike Bryan/Sock vencem Klaasen/Venus na final de Wimbledon

Quatro anos depois, Jack Sock e Mike Bryan voltaram a fazer final de Wimbledon - desta vez, do mesmo lado da quadra. Os americanos venceram, neste sábado (14), o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus por três sets a dois em 3h39 de partida com parciais de 6/3, 6/7(7), 6/3, 5/7 e 7/5, pela final no All Englan Club.

É a sexta vez nesse século que uma dupla com ao menos um americano vence o torneio, tendo como protagonistas dois estadunidenses que se enfrentaram em 2014: Mike Bryan e Jack Sock. Uma dupla que está em seu segundo torneio na carreira, os dois se enfrentaram na final de 2014, em lados diferentes. Sock saiu vitorioso ao lado de Vasek Pospisil.

Dessa vez, ambos saíram triunfantes: Sock venceu seu segundo Wimbledon na carreira, enquanto Bryan venceu pela quarta vez. Com isso, ele se torna o homem mais velho a vencer em Londres nas duplas: 40 anos de idade.

A partida foi muito intensa, uma vez que, com quatro especialistas nas duplas e na quadra de grama, ocorreram muitos rallies, especialmente na rede. Tirando-se os pontos jogados na rede, foram 36 winners ao todo: 21 para a dupla americana, e 11 erros não-forçados, sendo sete deles para Sock e Bryan. No serviço, as duas duplas tiveram um aproveitamento razoável de aces: oito para Klaasen e Venus e dez para os americanos, com seis duplas faltas pros americanos e quatro pros oponentes.

Em entrevista, Mike Bryan dedicou seu título primeiramente ao seu irmão, Bob, que não pôde jogar devido a uma lesão no quadril. "Eu sei que ele está assistindo à partida na TV", disse. Sock também comentou a ausência de Bob, afirmando que o circuito sente a falta dele. "Ele é uma lenda. Só estou substituindo um dos maiores de toda a história".

Além disso, Bryan também afirmou que, caso seu irmão não conseguisse retornar às quadras em breve, ele continuaria a jogar duplas com Sock, pois sentia que ambos estavam cada vez melhores juntos.

VAVEL Logo