No Roger Cup: Federer confirma desistência do Masters 1000 de Toronto

Atual finalista do torneio e bicampeão na carreira, Roger Federer anunciou, nesta segunda (23), a sua desistência do Masters 1000 do Canadá, a Rogers Cup, que será sediado em Toronto em 2018 para os homens.

O suíço comentou a sua decisão em entrevista: "Estou muito desapontado de não poder jogar aqui", disse. "Eu tive ótimos momentos aqui em Montreal no ano passado e sempre gosto de jogar próximo aos fãs canadenses, mas infelizmente, com o calendário sendo um ponto importante para a minha longevidade, eu tive de decidir não jogar em Toronto neste ano. Espero que o torneio tenha sucesso e eu sinto muito por perdê-lo", declarou.

Não é a primeira vez que Federer decide não jogar o Masters canadense: desde o início da década, ele pulou o torneio em 2012, 2013, 2015 e 2016, até que resolveu jogar em 2017 e caiu na final para Alexander Zverev em dois sets.

Com isso, a situação do suíço em relação a Nadal no ranking se complica mais um pouco: a diferença entre os dois, de mais de 2300 pontos, aumentará ainda mais, uma vez que Federer perderá 600 pontos por ter disputado a final e o espanhol terá a oportunidade de alargar a vantagem, pois caiu na terceira rodada em 2017 para Denis Shapovalov.

A expectativa é que Federer volte às quadras em Cincinnati, uma semana após Toronto. No torneio americano, o suíço possui sete títulos, não vencendo desde 2015, quando bateu Novak Djokovic na final. Após o torneio, ele deve jogar o US Open, a Laver Cup, Shanghai, Basel e o ATP Finals, caso se classifique.

VAVEL Logo