Del Potro bate Dzumhur e avança à final do ATP 250 de Los Cabos
Foto: Divulgação/Abierto de Los Cabos

Del Potro bate Dzumhur e avança à final do ATP 250 de Los Cabos

Argentino passou por bósnio e poderá chegar a melhor ranking da carreira com o título no México

Henrique
Gabriel Matos

Após atropelar Egor Gerasimov nas quartas, Juan Martín del Potro precisou de mais esforço para avançar no México. Neste sábado (4), o argentino eliminou o #22 Damir Dzumhur, da Bósnia, por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 7/6(6) em 1h40 de partida do ATP 250 de Los Cabos.

É a quarta vez que del Potro avança a uma final nesta temporada, a primeira desde março, em Indian Wells. Todas as finais foram na quadra dura, e ele possui duas vitórias. Na carreira, será a 33° final para ele, valendo seu 23° título.

Na partida, o argentino conseguiu dominar Dzumhur no primeiro set, vencendo 78% dos pontos disputados em seu serviço e 50% dos disputados no serviço do bósnio, ainda permitindo que este quebrasse o seu serviço uma única vez.

Na segunda parcial, del Potro manteve o jogo sob controle até o momento em que serviu para a partida, em 5/4. A partir daí, ele teve diversos problemas com o seu jogo, reduzindo o nível de seu serviço e cometendo erros desnecessários. Assim, ele perdeu o saque, e, no 5/5, errou uma devolução tranquila no break point.

Quando o jogo encaminhou-se ao tie break, del Potro conseguiu um mini break importante no primeiro ponto, mantendo-o até o *5-4, quando errou um voleio tranquilo em seu serviço, seguido de uma dupla falta, que gerou um set point à Dzumhur em seu próprio serviço.

No saque do bósnio, o argentino conseguiu uma passada de backhand na paralela extraordinária, empatando o tie break. No match point para o cabeça de chave número um, a devolução saiu curta, e del Potro marcou um winner de forehand para fechar a partida.

Com o resultado, a partida seguinte terá uma importância especial para Juan Martin del Potro: caso consiga o título do Abierto Tenis Mifel, Alexander Zverev precisará do título em Washington para que o argentino não consiga o melhor ranking de sua carreira. Para isso, ele precisará vencer Fabio Fognini, contra quem só jogou uma vez, triunfando em três sets.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 23 dias
há 24 dias
há 24 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês