Maria Sakkari consegue virada espetacular, bate Danielle Collins e está na final em San José
Divulgação/WTA

Maria Sakkari consegue virada espetacular, bate Danielle Collins e está na final em San José

Grega chegou a estar perdendo por 4/1 no segundo set, mas conseguiu reação inacreditável e chega à sua primeira final de torneios WTA

mateus-dos-anjos
Mateus Dos Anjos

Neste sábado (04), a #49 Maria Sakkari venceu a #42 Danielle Collins por dois sets a um, com parciais de 3/6, 7/5 e 6/2, em 2h14, numa reação espetacular, e chegou à final do Mubadala Silicon Valley Classic, em San José.

As duas tenistas são conhecidas por terem um estilo ofensivo de jogar, sempre atacando a bola, proporcionando ótimo entretenimento aos espectadores. Mantendo essa forma de jogo, Collins venceu o primeiro set por 6/3, sem grandes dificuldades, parecendo que dominaria a partida e chegaria à vitória.

A impressão continuou até o início do segundo set, quando Collins conseguiu quebrar o serviço da adversária por duas vezes e abriu 4/1. Sakkari chamou seu técnico, Tom Hil, e após a conversa conseguiu reverter o placar do jogo, quando ninguém mais acreditava numa possível reação, nem a própria jogadora, ao indagar o treinador “Como posso me divertir jogando dessa forma?”.

A retomada do jogo pela grega aconteceu quando ela conseguiu ganhar quatro games consecutivos, colocando enorme pressão na estadunidense, que até conseguiu empatar o set em 5/5, mas logo após sucumbiu e foi batida por 7/5, fraquejando mentalmente e vendo suas chances de vitória irem embora, num jogo que estava quase ganho.

Embalada pela reação até então, Sakkari foi para o terceiro set determinada a ganhar o jogo. Collins tentou manter o ritmo, chegou a abrir 2/0, mas logo após não conseguiu mais apresentar poder de reação e perdeu todos os seis games restantes. Assim, Sakkari fechou a parcial por 6/2, e garantiu-se na decisão.

Com a vitória, Maria Sakkari chega à sua primeira final de WTA na carreira e enfrenta a romena #24 Mihaela Buzarnescu, que bateu Elise Mertens, também de virada, na outra semifinal, em duelo marcado para acontecer neste domingo (5), às 18h. Por conseguir chegar à final, a grega, número 1 do país, terminará a semana no top 40 do ranking mundial, podendo ficar entre as 30 melhores do mundo, caso consiga o primeiro título na carreira.

VAVEL Logo