Em menos de uma hora, Azarenka atropela Mladenovic e segue em Montreal

Bielorrussa perdeu apenas um game durante toda a partida para marcar presença no segundo round do torneio canadense

Em menos de uma hora, Azarenka atropela Mladenovic e segue em Montreal
Foto: Divulgação/Coupe Rogers
#95 Victoria Azarenka
2 0
#59 Kristina Mladenovic

Victoria Azarenka, ex número um do mundo fez sua melhor partida em quesito resultado desde que voltou a competir. A bielorrussa passou por cima da ex top-10 e atual #59 Kristina Mladenovic, vencendo pelas parciais de 6/0 e 6/1, em 54 minutos, para avançar ao segundo round do WTA Premier 5 de Montreal. Azarenka não enfrentou um único break point durante toda a partida. 

"Sorte no amor, azar no jogo", diz o ditado popular. E, com a ex top 10 Kristina Mladenovic, ele se adéqua perfeitamente. Enquanto o romance com Dominic Thiem parece estar indo muito bem, a francesa vem sofrendo com péssimos resultados em primeira rondas de torneios e, novamente voltou a desiludir. Em partida rápida - talvez mais rápida que o normal -, Mladenovic abusou dos erros não forçados e das dupla faltas - ao todo foram 10 dupla faltas - e perdeu de forma vergonhosa e para um público esperançoso, para a mamãe Victoria Azarenka. 

Azarenka jogou bem, fez bons pontos e serviu de forma razoável, mas a instabilidade da adversária a ajudou muito. O principal game da partida foi o quarto do segundo set, quando a francesa conseguiu confirmar seu serviço, evitando um duplo 'pneu'. O público, que estava a seu favor, comemorou como se a francesa houvesse ganho a partida. 

Mladenovic, agora fora do torneio no singulares, ainda está no quadro de dupla, com a húngara Timea Babos. A dupla é seed de número três e está de bye na primeira ronda. Na segunda ronda, enfrentam a dupla vencedora de Francoise AbandaTatjana MariaYang Zhaoxuan/Chan Hao-ching.

Victoria Azarenka, por sua vez, se mantem viva no torneio em singulares e enfrenta no próximo round da Coupe Rogers a britânica #43 Johanna Konta, que despachou a letã Jelena Ostapenko em partida de três sets.