Tsitsipas vence batalha contra atual campeão Zverev e segue às semis em Toronto

Em duelo disputadíssimo, grego foi cirúrgico nas chances que teve e conseguiu uma grande vitória de virada para cima do cabeça de chave número dois do torneio

Tsitsipas vence batalha contra atual campeão Zverev e segue às semis em Toronto
Foto: Divulgação / Rogers Cup
#3 Alexander Zverev
1 2
#27 Stefanos Tsitsipas

O grego #27 Stefanos Tsitsipas já havia conseguido um grande feito ao derrotar Thiem e Djokovic e, além disso, chegar as quartas de um Masters pela primeira vez. Nesta sexta-feira (10), o jovem de apenas 19 anos bateu o alemão #3 Alexander Zverev por 2 sets a 1, de virada, parciais de 3/6, 7/6 (11) e 6/4, em 2h27 de partida. Com o resultado, disputará as semifinais da Rogers Cup, novo recorde de performance em sua carreira.

Zverev começou o jogo sem a mesma intensidade apresentada ao longo da semana e foi quebrado logo no segundo game. Porém, Tsitsipas não conseguiu segurar a vantagem de 2/0 e teve seu serviço quebrado duas vezes seguidas. Sólido, o alemão virou o placar para 4/2. 'Sascha' apresentava um tênis agressivo e desferia ótimos winners do fundo da quadra, não deixando o grego se sentir confortável em momento nenhum.

Firme nas trocas de bola, Zverev confirmou seu saque sem muitas dificuldades, enquanto Tsitsipas suou a camisa para manter-se na disputa. O cabeça de chave número dois do torneio voltou a quebrar o saque do adversário no nono game, após um erro não-forçado do mesmo, e fechou a parcial em 6/3. 

Tsitsipas mudou de postura no segundo set e voltou mais consistente. O tenista de 19 anos passou a incomodar os games de saque do oponente, mas o alemão tinha seu ótimo primeiro serviço como uma das principais armas para resistir a pressão. Os jogadores protagonizaram belas trocas, mantendo o excelente nível de tênis durante todo o duelo. Zverev conquistou uma quebra fundamental no quarto game, abriu 4/1 e freou as expectativas de reação do grego.   

Soberano, o alemão seguiu administrando a vantagem com muita confiança. Entretanto, ao sacar para o jogo, fez um game muito abaixo e viu Tsitsipas crescer. O tenista da Grécia teve duplo break point e não desperdiçou a oportunidade. Devolveu a quebra de serviço e voltou para a partida. O equilíbrio prevaleceu no restante do set e a decisão foi para o tie break. Tsitsipas conseguiu um mini break no início, mas viu Zverev devolvê-lo logo depois. 

A partir daí, os tenistas trocaram pontos um no saque do outro, até o grego errar um voleio fácil na rede e dar de bandeja o match point para o alemão. O jovem não se deu por vencido e, em um rally com mais de 20 trocas de bola, empatou o game decisivo em 6-6.

Comandando com seu forehand, Tsitsipas conseguiu mais uma mini quebra e teve o set point a seu favor. Porém, deu o azar da bola desviar na fita e cair fora da quadra. Zverev salvou mais um set point antes de voltar a ter a chance de vencer o duelo. Sentindo a pressão de fechar o set, os tenistas acumularam erros e seguiram empatados em 11-11. Foi então que o número três do ranking cometeu um erro bobíssimo e viu o grego triunfar com 13-11 no concorrido tie break

No terceiro set, Zverev precisou de cinco break points para concretizar a quebra e abrir 3/2. A irregularidade que pairou sobre os jogadores continuou e, logo após conseguir a quebra, o alemão perdeu seu game de zero. Oscilando muito, perdeu a intensidade dos sets anteriores. Aproveitando-se do péssimo aproveitamento de quebras do adversário, Tsitsipas escapou do buraco por duas vezes. No décimo game, contou com um erro de voleio e uma dupla falta do alemão para fechar em 6/4 e decretar a virada histórica. 

Em uma das semifinais do Masters 1000 de Toronto, Tsitsipas irá enfrentar o sul-africano #6 Kevin Anderson, que bateu tranquilamente o búlgaro #5 Grigor Dimitrov em sets diretos, com duplo 6/2.