Federer vira partida dramática contra Wawrinka e vence pela segunda vez no dia em Cincinnati

Suíço venceu compatriota em jogo apertado, e enfrenta Goffin nas semis do Western & Southern Open

Federer vira partida dramática contra Wawrinka e vence pela segunda vez no dia em Cincinnati
Foto: Divulgação/Western & Southern Open
#2 Roger Federer
2 1
#151 Stan Wawrinka

Pela 21ª vez em sua carreira, Roger Federer sai como vitorioso contra o compatriota Stan Wawrinka. Na madrugada de sexta-feira (17) para sábado (18), o ex-número 1 da ATP venceu seu compatriota por dois sets a um, com parciais de 6/7(2), 7/6(6) e 6/2 em 2h16 de partida válida pelas quartas-de-final do Masters 1000 de Cincinnati, nos EUA. Foi a segunda partida de Federer no dia, já que havia vencido Mayer horas antes. Curiosamente, o dia 17 de julho marcou 10 anos da medalha de ouro conquistada pelos dois no torneios de duplas nas Olimpíadas de Pequim.

Federer manteve sua invencibilidade de 13 partidas em Cincinnati, sendo que ele conquistou os títulos em 2014 e 2015, não disputando o torneio nos anos seguintes devido a lesão e cansaço. Agora, Wawrinka é o tenista de mais baixo ranking a enfrentar Federer no Masters, sendo apenas o segundo fora do top 100. Além disso, Stan é o único tenista de fora do top 150 (além de Kokkinakis, que conseguiu a vitória em Miami) a tirar ao menos um set de Federer num Masters 1000.

Na partida, pôde-se notar um Wawrinka mais motivado, lutando pelos pontos com sua agressividade padrão, e um Federer descuidado nos momentos essenciais. O ex-número 1 acabou desperdiçando quatro break points durante o primeiro set, não desperdiçando nenhum. No tie break, Stan conseguiu impôr o seu jogo, ao passo que o vencedor de 20 Slams perdeu a concentração, resultando na vitória da primeira parcial por Wawrinka.

No segundo set, a situação foi bem mais equilibrada. Federer teve apenas um break point (desperdiçado), e o jogo teve de caminhar para o tie break, pois Wawrinka não conseguiu ameaçar o saque de seu adversário. Na disputa, Federer abriu uma vantagem de 3-0 logo no início, mantendo a miniquebra até o seu set point em 6-5, no qual acabou por cometer uma 'madeirada' e perder a vantagem. Em seguida, Stan exagerou nos golpes e cometeu dois erros, dando o set à Federer.

O terceiro set, denunciado pela parcial, foi extremamente tranquilo para o heptacampeão de Cincinnati, que venceu 65% dos pontos disputados, convertendo dois dos quatro break points obtidos e ganhando 80% dos pontos em seu próprio saque. Quando abriu 3/2, Federer melhorou consideravelmente o seu jogo, conquistando duas quebras de vantagem com tranquilidade para fechar o placar em 6/2.

Nas semifinais, estágio no qual o suíço possui sete vitórias e nenhuma derrota, ele enfrentará David Goffin, que passou pelo #3 Del Potro nas quartas. Roger Federer venceu seis das sete partidas ocorridas entre os dois, sendo derrotado, inclusive, no último confronto realizado, no ATP Finals de 2017.