Em jogo disputado, Wawrinka bate qualifier Humbert e segue firme no US Open

Apesar de acumular muitos erros - foram 57 no total -, suíço passa por francês de apenas 20 anos e mantém vivo o sonho do bicampeonato em Nova Iorque

Em jogo disputado, Wawrinka bate qualifier Humbert e segue firme no US Open
Foto: Divulgação / US Open Tennis
#101 Stan Wawrinka
3 1
#139 Ugo Humbert

O suíço #101 Stan Wawrinka sofreu mais do que esperava na segunda rodada do US Open. Após eliminar o cabeça de chave número oito Grigor Dimitrov em sua estreia, o campeão do torneio em 2016 triunfou sobre o jovem francês #139 Ugo Humbert por 3 sets a 1, parciais de 7/6 (5), 4/6, 6/3 e 7/5, em 3h20 de partida. 

O francês surpreendeu no primeiro set. Jogando um bom nível de tênis, não se amedrontou e jogou de igual para igual com Stan. Com francas trocas de bola e bons games de saque de ambos os tenistas, a parcial não teve nenhuma quebra e foi decidida no tie break. O equilíbrio manteve-se, mas Wawrinka soube aproveitar a chance de ouro que teve para conquistar uma mini quebra e fechar em 7/6, com 7-5 no game desempate. 

O suíço veio mais intenso para a segunda parcial e conseguiu a primeira quebra de saque logo no terceiro game, abrindo 3/1. Entretanto, voltou a oscilar e viu o sólido adversário devolver a quebra logo no game seguinte. Humbert cresceu no set e, no nono game, conquistou uma quebra crucial, fazendo 5/4. Sacando para empatar a partida, fechou em 6/4 com um belo voleio. 

Visivelmente irritado, Wawrinka parecia remoer a perda do set anterior. O francês foi preciso e quebrou o saque do oponente no primeiro game. Porém, Stan voltou para o jogo e devolveu a quebra de zero com uma passada de backhand sensacional. A partir daí, o suíço tomou as rédeas da parcial, obteve outra quebra de serviço e, com um erro não forçado de Humbert, fechou em 6/3. 

Os tenistas voltaram para a quadra para a disputa do quarto set depois dos 10 minutos de pausa devido ao forte calor. Assim como nas outras parciais, o equilíbrio no duelo permaneceu. Com o placar em 4/4, Wawrinka contou com um game terrível do francês para conseguir a quebra de saque e sacou para a vitória. O suíço chegou a salvar dois break points, mas cometeu erros na sequência e perdeu a liderança do set. Sem deixar a frustração tomar conta, o ex-número três do mundo quebrou o serviço do adversário no 11º game, confirmou seu saque e triunfou por 7/5. 

Na terceira rodada do último Grand Slam do ano, Stan terá pela frente o canadense #24 Milos Raonic, que bateu o francês #40 Gilles Simon em sets diretos, parciais de 6/3, 6/4 e 6/4. O suíço lidera com folga o confronto direto entre os dois - quatro a um -, mas na última vez que se enfrentaram, há dois anos atrás, acabou sendo derrotado.