Djokovic despacha Nishikori com conforto e avança à final do US Open

Sérvio sequer foi quebrado na partida que o garantiu na decisão do Aberto dos EUA, onde vai enfrentar Del Potro

Djokovic despacha Nishikori com conforto e avança à final do US Open
Foto: Divulgação/USTA
#6 Novak Djokovic
3 0
#19 Kei Nishikori

Pela oitava vez na carreira, Novak Djokovic alcança a final do US Open. Nesta sexta-feira (7), o ex-número um mundial bateu o #19 Kei Nishikori, do Japão, por três sets a zero, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2 em 2h24 de partida na segunda semifinal do dia.

O sérvio volta a final do torneio após ter atingido a final em 2016 e desistido do torneio em 2017 devido a problemas no cotovelo. Assim, ele só tem a somar pontos no ranking e já chega à quarta colocação na ATP e, com o triunfo de hoje, qualificou-se ao ATP Finals desta temporada pela 11ª vez na carreira.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics 

Já são 102 finais para Djokovic, a 23ª em Slams, sendo o terceiro melhor tenista em relação a esses números, estando abaixo de Nadal e Federer, em ambas as categorias. Além disso, ele já chega a 13 vitórias consecutivas em majors, uma vez que conquistou o troféu em Wimbledon.

Na partida entre estilos semelhantes, o atual top 10 levou a melhor, sendo mais sólido e cometendo bem menos erros, que foi a chave para superar o japonês, que cometeu 51 erros não forçados e apenas 22 winners. Djokovic, em contrapartida, fez 16 bolas vencedoras, mas errou apenas 29 pontos.

Na final, o sérvio terá como adversário o argentino #3 Juan Martín del Potro, que se classificou após uma desistência do #1 Rafael Nadal durante a partida. No confronto direto, Djokovic lidera por 14-4, tendo vencido a última partida entre eles (Roma, 2017) e a única final disputada (Shanghai, 2013). No US Open, foram dois encontros (2007, 2012). 'Nole' venceu os dois em três sets.