Osaka luta e vira jogo épico contra Shuai Zhang em Pequim
Foto: Divulgação/China Open

Em uma de suas partidas mais complicadas desde o US Open, a #6 Naomi Osaka conseguiu superar os problemas e triunfar. Nesta sexta (5), a japonesa derrubou a #45 Shuai Zhang, tenista da casa, no WTA Premier Mandatory de Pequim, de virada, com parciais de 3/6, 6/4 e 7/5, em 2h33 de partida, pelas quartas de final do torneio.

Osaka continua a somar pontos, já se consolidando como a próxima #4 da WTA, melhor posto da carreira, e se aproximando de Angelique Kerber, atual três do mundo. Caso a japonesa conquiste o título, ela ficará a apenas 20 pontos da alemã.

Em entrevista, Osaka destacou a dificuldade da partida. "Eu estava me sentindo um pouco cansada já quando entrei na quadra. É uma daquelas partidas em que eu tinha de achar uma maneira de continuar tentando". Ela também comentou sobre seu foco, característica que sempre menciona em entrevistas. "Tentei me manter focada todo o tempo, o que não fiz muito bem hoje mas é algo em que estou trabalhando".

Osaka, mesmo tendo vencido 12 de suas últimas 13 partidas, passou um dos maiores sufocos da temporada. Além de passar 2h33 em quadra e ter de virar um jogo complicado, ela teve uma desvantagem de 5/3 no terceiro set com saque para Zhang, além de precisar salvar break points cruciais ao longo do segundo set. Ao longo da partida, a chinesa teve 16 break points, dos quais dez foram salvos pela japonesa.

A jovem tenista asiática terá menos de um dia de descanso para enfrentar nas semifinais do China Open​ a #20 Anastasija Sevastova, da Letônia, que eliminou a #30 Dominika Cibulkova em dois sets. No confronto direto, cada uma possui uma vitória. O último embate foi realizado em Doha, em 2018, cuja vitória foi para a letã, que venceu em dois sets.

VAVEL Logo