Em partida tranquila, Nishikori elimina Tsitsipas no ATP 500 de Tóquio
Foto: Divulgação/Rakuten Open

Em busca de seu terceiro título no ATP 500 de Tóquio, no Japão, Kei Nishikori continua sua brilhante jornada sem perder sets. Nesta sexta-feira (5), o ex-top 10 avançou sobre o jovem Stefanos Tsitsipas, da Grécia, em sets diretos, com duplo 6/3, em apenas 1h22 nas quartas de final do torneio asiático.

Nishikori continua seu formidável desempenho no ATP 500 jogado em seu país. Nas últimas seis vezes em que disputou o torneio, esta é a quarta em que atinge as semifinais, sendo que em duas delas o japonês saiu como vencedor do campeonato. Além disso, ele alcançou as semis nos últimos três torneios disputados: US Open, ATP 250 de Metz e, agora, ATP 500 de Tóquio.

Para Tsitsipas, no entanto, a semana não é só de decepções por não conseguir o título. Com o resultado nas quartas, ele segue o líder de vitórias em ATPs 500 durante a atual temporada. Ao todo, o grego tem 13 vitórias, 33 em todas as partidas em nível ATP.

Além dos recordes pessoais, Nishikori também luta pela sua sobrevivência no ranking. Caso seja campeão, o japonês poderá se aproximar ainda mais do top 10, ultrapassando Goffin e se tornando o #11 do mundo; além disso, o ATP Finals ainda é realidade para ele. Caso venha a se sagrar o vencedor do torneio, ficará a apenas 505 pontos do atual oitavo do ranking, Dominic Thiem.

Em entrevista, ele se mostrou muito satisfeito com o jogo: "fiquei muito feliz hoje. Essa semana tem sido ótima. Meus golpes, meu saque, minha devolução, tudo tem dado certo. Estou muito confiante nessa semana". Quanto ao aspecto técnico, ele ressaltou seu saque: "acho que foi uma das partidas com melhor serviço que tive nos últimos meses. Tive muitos pontos fáceis, vários aces e apenas alguns poucos games que tive dificuldades. Por isso, tive a oportunidade de ser mais agressivo nos games de devolução".

O comentário do ex-número 4 do mundo pôde ser traduzido pelas estatísticas: nos 18 games jogados, Tsitsipas teve apenas um break point, que foi convertido. Nishikori, em contrapartida, teve 11 oportunidades de quebra, convertendo quatro delas. No serviço, ele venceu 85% dos pontos com o primeiro saque, marcando seis aces e nenhuma dupla falta.

Nas semifinais, Kei Nishikori terá um antigo adversário que também está tentando voltar a melhor forma. Enfrentará o francês Richard Gasquet, responsável pela eliminação de Kevin Anderson em dois tiebreaks. O confronto direto é amplamente favorável ao francês, que venceu sete das nove partidas realizadas.

VAVEL Logo