Goerges busca virada incrível contra Bouchard e avança à final em Luxemburgo
Foto: Divulgação/Luxembourg Open

Goerges busca virada incrível contra Bouchard e avança à final em Luxemburgo

Alemã esteve a dois pontos de perder a partida no segundo set, mas engatou sequência de nove games consecutivos e fechou em 6(3)/7, 7/5 e 6/1, em 2h24

bruno-da-silva
Bruno daSilva

Em um reviravolta incrível, a alemã #9 Julia Goerges confirmou seu favoritismo e eliminou a #108 Eugenie Bouchard nas semifinais do WTA de Luxemburgo. A canadense esteve a dois pontos da vitória, sacando em 5/4 no segundo set, mas acabou vendo a alemã subir o nível e fechar a partida em 6(3)/7, 7/5 e 6/1, em 2h34.

Bouchard buscava sua primeira final desde 2016, porém não conseguiu confirmar sua vantagem. Apesar disso, a canadense sai de Luxemburgo com seis vitórias seguidas e garante seu retorno ao top 100 - subirá de #108 para #89. Goerges chega a sua terceira final do ano, a primeira desde Charleston, em abril, quando perdeu para Kiki Bertens - havia vencido Auckland contra Wozniacki em janeiro.

O primeiro set foi muito equilibrado e com algumas polêmicas. Goerges reclamou de duas chamadas em games seguidos, um deles em que foi quebrada. Bouchard abriu 3/1 e 5/2 na sequência, ficando a um game da vitória no primeiro set. Porém, a alemã se impôs e venceu três games seguidos, conseguindo converter uma quebra no nono game no seu quinto break point. A canadense reclamou de uma marcação neste momento, quando a umpire reverteu uma bola chamada dentro e Genie perdeu o saque.

As duas confirmaram de forma consistente os dois últimos games e a partida se encaminhou para o tie break. Com muita consistência, Bouchard conseguiu dois mini breaks e abriu 6-3. Goerges voltou para o saque nesta situação, mas não conseguiu se manter no jogo: 7/6(3), em 57 minutos e vantagem para a canadense.

Bouchard conseguiu uma quebra logo no primeiro game para ir com vantagem para o restante do set. O equilíbrio se manteve, e Goerges conseguiu devolver a quebra no sexto game, sua segunda oportunidade de break na parcial, mas Genie devolveu logo na sequência. A canadense manteve-se a frente e sacou para o jogo em 5/4, mas foi quebrada. Daí para frente, a alemã subiu seu nível, viu a rival sofrer no saque, e venceu oito dos últimos nove pontos da parcial para vencer por 7/5, em 53 minutos, e empatar.

Contando com o desgaste físico e mental de Bouchard, que jogou sua sétima partida em sete dias, e errando pouquíssimo, Goerges dominou na terceira parcial. Venceu nove games seguidos contando o segundo set, venceu 100% dos pontos no seu primeiro serviço e só desperdiçou um game, quando já estava a frente por 5/0. Com três aces nos últimos três pontos, a alemã fechou em 6/1, em 32 minutos, e alcançou sua segunda decisão em Luxemburgo - a primeira havia sido em 2010, quando perdeu para Roberta Vinci na final.

Foram 12 winners de Goerges no set decisivo, contra apenas dois de Bouchard - somente três erros não-forçados para cada -, números que mostram como o cansaço foi um fator na parcial decisiva. No primeiro set, a alemã fez mais bolas vencedoras (17 a nove), e mais erros não-forçados (12 a 10), assim como no segundo (19 a sete em winners, 11 a cinco em erros).

Na decisão do BGL BNP Paribas Luxembourg Open, que acontece neste sábado (20), Goerges enfrenta a vencedora do confronto entre a #66 Dayana Yastremska e a #41 Belinda Bencic.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 14 horas
há 21 horas
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 3 dias