Goerges prevalece em cima de Bencic e conquista título do WTA de Luxemburgo
Foto: Divulgação/BGL BNP Paribas Luxembourg Open

Goerges prevalece em cima de Bencic e conquista título do WTA de Luxemburgo

Alemã fez ótima campanha durante a semana e, como recompensa, levou o seu segundo título do ano, em 1h29

anaracheel
Ana Carneiro

Em mais uma demonstração de consistência, a alemã #9 Julia Goerges venceu o WTA de Luxemburgo em cima de uma das queridinhas do público, a suíça ex-top 10 e atual #47 Belinda Bencic. Goerges garantiu seu segundo troféu do ano ao bater a suíça por 6/4 e 7/5 em 1h29 para conquistar o sexto título WTA da carreira. 

Como cabeça de chave um, Goerges estava ciente sobre o favoritismo em seus ombros, apesar do grande carisma que o público tem por Belinda Bencic. A alemã abraçou o favoritismo e jogou de forma exemplar durante toda a partida, sabendo lidar bem com momentos decisivos e sem dar grandes aberturas para o jogo agressivo de Belinda. 

A partida teve poucos break points (ao todo foram apenas seis, todos a favor da alemã) e com apenas duas quebras de serviço, uma em cada set. Jules fez sete aces e cometeu uma única dupla falta contra quatro aces e três dupla faltas da adversária. 

Na cerimônia de premiação, Bencic não poupou elogios a adversária. "Não é surpresa ela ser uma jogadora top 10. Eu acho que ela estava muito bem hoje e serviu de forma excelente. Eu acho que nós [meu team e eu] fizemos um ótimo trabalho com sete partidas ganhas aqui", comentou, com entusiasmo, a suíça, que não disputava uma final desde fevereiro de 2016.

Goerges, no discurso de campeã, também não poupou elogios a Bencic. "Belinda fez um ótimo trabalho aqui, vindo do qualifying e chegando na final. Ela já foi uma jogadora top 10 e eu sei bem o quão difícil é de conseguir isso", finalizou a alemã mais nova campeã de Luxemburgo.

Com o vice-título do BGL BNP Paribas Luxembourg Open, Belinda Bencic volta ao top 40. E, apesar da derrota, a suíça venceu o 'shot of the day', pequeno mérito que a WTA dá a jogadora que fez o ponto mais bonito do dia.

Goerges conquista então, o último título da temporada aberta WTA e agora segue para Zhuhai, onde tenta o bi-campeonato do WTA Elite Trophy, torneio onde participam as 12 melhores do mundo que não foram ao WTA Finals, e conta com as campeãs de Slam, Garbiñe Muguruza e Jelena Ostapenko, por exemplo. O torneio arranca no dia 29 de outubro.

VAVEL Logo