Khachanov atropela Mannarino em Moscou e conquista terceiro título da carreira
Foto: Divulgação/ATP

Khachanov atropela Mannarino em Moscou e conquista terceiro título da carreira

Russo venceu francês em menos de uma hora de partida, com duplo 6/2 e fez a festa da torcida da casa

henrique
Gabriel Matos

Em sua terceira final dentro do circuito ATP, o russo #26 Karen Khachanov manteve a sua invencibilidade e conquistou o terceiro título de sua vida. Neste domingo (21), ele bateu o francês #49 Adrian Mannarino, que continua sem conquistar um título na carreira, em sets diretos, com duplo 6/2, em apenas 54 minutos de partida pela final do ATP 250 de Moscou, na Rússia.

Assim, Khachanov eleva para três o número de títulos, todos em ATPs 250, sendo um deles em 2016 (Chengdu) e dois em 2018 (Marselha e Moscou), tornando-se um dos poucos tenistas no circuito a manter um aproveitamento de 100% em finais, além de ampliar seu H2H contra Mannarino em três vitórias a zero, inclusive com um triunfo em Chengdu 2016, nas oitavas de final.

​Mannarino, em contrapartida, segue sem títulos ATP em sua carreira, com seis derrotas em seis finais - tem 13 títulos de Challenger em 20 decisões. Na situação atual do ranking, ele é o décimo tenista sem título, em ranking liderado pelo britânico Kyle Edmund, #15 da ATP. Mannarino é o segundo mais velho da lista, estando atrás apenas de Matthew Ebden, de 30 anos.

Na partida, Khachanov conseguiu tirar proveito de seu potente saque, marcando seis aces em oito games de serviço, além de ter salvado o único break point obtido pelo francês, que, apesar de ter conquistado 73% dos pontos com o primeiro saque, não conseguiu lidar com seu segundo, perdendo 11 dos 13 pontos jogados, o que forneceu ao russo seis break points, dos quais ele converteu quatro, aniquilando o embate em apenas 54 minutos na decisão da Kremlin Cup.

No ranking da ATP, Karen Khachanov estará dentro do top 20 na próxima atualização, se posicionando em #19, apenas três pontos a frente de seu compatriota Daniil Medvedev, ambos em suas melhores posições na carreira. Mannarino, mesmo com a derrota, ganhará cinco posições na lista, ficando em #44.

Ambos os tenistas jogarão os ATPs 500 da próxima semana, mas em cidades diferentes. Khachanov estreará em Viena contra o austríaco convidado Dennis Novak, enquanto Mannarino jogará na cidade de Basileia contra o suíço Stan Wawrinka.

VAVEL Logo