Nadal desiste do Masters 1000 de Paris e Djokovic voltará a ser número um do mundo 
Foto: Divulgação / Rolex Paris Masters 

Nadal desiste do Masters 1000 de Paris e Djokovic voltará a ser número um do mundo 

Treinando em solo francês há alguns dias, Touro Miúra anuncia desistência pouco antes de seu jogo contra Fernando Verdasco; espanhol perderá 180 pontos e será ultrapassado no ranking 

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Em um dia marcado pelas desistências, a do espanhol Rafael Nadal acabou sendo a mais sentida e comentada. Pouco tempo antes de sua estreia, marcada para esta quarta-feira (31), o Touro Miúra anunciou sua retirada do Masters 1000 de Paris, devido a uma lesão abdominal. Vice-campeão em 2007, o espanhol defendia 180 pontos da campanha do ano passado.  

Recuperando-se desde a partida contra Del Potro, no US Open, Nadal havia dito que melhorava pouco a pouco para que pudesse atuar no torneio francês. Em seu lugar, entrará o lucky-loser tunisiano Malek Jaziry, novo adversário do também espanhol Fernando Verdasco

Com isso, Novak Djokovic, que ontem bateu o português João Sousa, retomará a primeira posição no ranking da ATP. A última vez que Nole esteve na ponta do ranking foi exatamente há dois anos atrás, no dia 31 de outubro de 2016. Lembrando que o sérvio não defende mais pontos até o fim da temporada, podendo aumentar sua folga para os demais tenistas. 

Grande feito: Djokovic repetiu a façanha do russo Marat Safin, sendo o segundo jogador que esteve fora do top 20 durante o ano e terminou o mesmo como número um. Em 2003, Safin figurava a 38º posição em fevereiro, saltando para a 1ª nove meses depois. 

Fica agora a expectativa em torno da participação de Nadal no ATP Finals, torneio que reunirá os oito melhores tenistas de 2018. Caso a lesão não seja grave e o espanhol esteja apto para a disputa, o posto de líder do ranking ainda estará em jogo, já que Nole também estará em Londres. 

Veja o que disse o campeão de 16 Grand Slams em coletiva de imprensa logo após o anúncio de sua retirada: "Me senti muito bem estando alguns dias aqui em Paris e treinando. Foi muito bom, em termos de tênis me senti melhor do que há uma semana atrás. Mas nos últimos dias, comecei a sentir dores no abdominal, principalmente no momento do saque. Consultei o médico e ele me recomendou que não jogasse, pois poderia aumentar a lesão e tornar algo sério. E eu realmente não quero isso. Eu adoraria estar em Londres, mas o mais importante para mim é estar saudável e poder competir em semanas seguidas", afirmou o espanhol. 

Mais abandonos

Além do Touro Miúra, o canadense Milos Raonic e o húngaro Marton Fucsovics também desistiram do último Masters 1000 do ano. Curiosamente, o suíço Roger Federer e o italiano Fabio Fognini, que seriam os oponentes dos tenistas acima, respectivamente, venceram por WO e se enfrentarão na fase de oitavas de final. 

 

VAVEL Logo