Djokovic vira sobre Cilic e segue firme rumo ao pentacampeonato em Paris 
Foto: Divulgação / ATP 

Diferentemente de seus outros dois jogos no Masters 1000 de Paris, onde triunfou com tranquilidade, o sérvio #2 Novak Djokovic precisou mostrar serviço para bater o croata #7 Marin Cilic por 2 sets a 1, de virada, parciais de 4/6, 6/2 e 6/3, em 2h10 de partida. Com o resultado, Nole aumentou o retrospecto positivo contra o adversário para 16 vitórias em 18 encontros. 

Em um primeiro set bastante disputado, os tenistas serviam com muita firmeza e poucas chances eram vistas para cada lado. Djokovic chegou a ter oportunidades no sexto game, mas viu o croata fechar as portas com seus potentes saques. Cilic, por sua vez, não desperdiçou a chance que teve e, no nono game, conseguiu o break. Sacando para o set, fechou em 6/4 sem perder nenhum ponto no game decisivo. 

Precisando reagir na partida, o sérvio voltou para a segunda parcial repaginado e dominante em quadra. Pressionando o saque do croata desde o primeiro game, Djokovic obteve uma quebra no quarto game e abriu 4/1 com tranquilidade. Comandando as trocas de bola, voltou a quebrar o oponente no oitavo game, fechando o set em 6/2 e empatando o duelo. 

O terceiro set começou com Cilic melhorando seu desempenho e equilibrando o confronto novamente. No terceiro game, o gigante croata conseguiu um break e parecia trazer o resultado para si. Porém, logo no game seguinte, Djokovic mostrou porque está há 21 jogos sem perder e devolveu a quebra. A partir daí, o tenista de Belgrado tomou as rédeas e controlou as ações. No oitavo game, quebrou o serviço de Cilic novamente, abriu 5/3 e foi sacar para o jogo. Sólido e se impondo, não sofreu sustos e, contando com um erro do adversário, selou a vitória por 6/3. 

Nas semifinais do Rolex Paris Masters, Nole terá pela frente o suíço #3 Roger Federer, que passou pelo japonês #10 Kei Nishikori em sets diretos, com duplo 6/4, no confronto mais esperado do torneio. Os números entre os dois são equilibradíssimos. Em 46 embates, Djokovic venceu 24 e Federer 22. 

VAVEL Logo