Khachanov bate Thiem e fará primeira final de Masters 1000
Foto: Divulgação/Rolex Paris Masters

Numa temporada em que conquistou mais de 30 posições no top 50, Karen Khachanov continua a quebrar barreiras. Neste sábado (3), o russo eliminou Dominic Thiem, da Áustria, por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/1 em 1h10 de partida pela semifinal do ATP Masters 1000 da França, realizado em Paris.

Na chave, Khachanov já bate seu terceiro top 10 consecutivo, vencendo também o americano John Isner (R16) e o alemão Alexander Zverev (QF), podendo alcançar sua quarta vitória em sequência na final. Antes de Paris, ele tinha somente três vitórias em 19 confrontos contra os dez melhores do mundo. Além disso, o russo marca sua 15° vitória em Masters apenas nessa temporada, possuindo quatro triunfos antes do início de 2018.

"O que me deixa feliz é que eu consigo melhor meu nível a cada partida", comentou Khachanov após a vitória. "Isso mostra que estou melhorando minha consistência, me tornando um jogador melhor, jogando cada vez melhor. Hoje foi uma partida muito intensa nos primeiros games e no nono game, quando a pressão começou a surgir, eu consegui quebrá-lo, e aí pude tomar as rédeas do jogo".

Nos números, a consistência de Khachanov pôde ser provada na alta taxa de erros não forçados de Thiem, que cometeu 23 ao longo da partida contra apenas 11 do russo. Nos winners, ambos os tenistas marcaram 13. No saque, foi o mau segundo serviço do austríaco que permitiu que Khachanov vencesse de forma tranquila, vencendo 69% dos pontos devolvendo o segundo saque de Thiem e 33% com o primeiro serviço.

Mesmo com as semifinais, Thiem não ganhará posições no ranking, se mantendo em #8 e se aproximando de Marin Cilic, o sétimo colocado. Já Khachanov ficará mais perto do top 10, em #12, podendo chegar à #11 caso conquiste o título neste domingo (4) e ficando a apenas 300 pontos do décimo colocado John Isner.

Na final, Karen Khachanov enfrentará um dos maiores campeões de Masters 1000 da história: Novak Djokovic, com 32 títulos, ou Roger Federer, com 27. Ele enfrentou o sérvio apenas uma vez, em Wimbledon 2018, caindo em sets diretos, e o suíço também uma única vez, em Halle 2017, perdendo também em sets diretos.

VAVEL Logo