Bia Haddad é derrotada por Osuigwe e fica com vice-campeonato em Tyler
FOTO: Divulgação/ITF

Bia Haddad é derrotada por Osuigwe e fica com vice-campeonato em Tyler

Brasileira era favorita ao título, mas sucumbiu diante da ex-número 1 juvenil e perdeu por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4

mateus-dos-anjos
Mateus Dos Anjos

Neste domingo (4), a #235 Beatriz Haddad Maia enfrentou a juvenil americana #309 Whitney Osuigwe​, 16 anos, pela final do ITF de 80k dólares em Tyler, nos EUA. Numa partida de muita solidez por parte da jogadora local, a brasileira não conseguiu impor seu jogo e acabou derrotada por 2 sets 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h30 de partida. ​Depois de ficar afastada por alguns meses por conta de uma lesão nas costas, Bia Haddad sai com sensações positivas apesar do vice

A brasileira pecou, principalmente, na defesa. Apesar de ter quebrado o serviço da adversária nas duas vezes em que teve oportunidade, Haddad Maia foi quebrada em três das quatro oportunidades que a americana teve. Não conseguindo reverter o mau momento no set, Osuigwe fechou em 6/3.

No segundo set, domínio da americana de 16 anos. A ex número do mundo entre as juvenis chegou a ter oito break points a seu favor, mas conseguiu efetivar apenas dois, suficientes para não dar margem à reação da brasileira. Fechou o set em 6/4 e conseguiu conquistar seu primeiro título em nível ITF da carreira.

Apesar do vice-campeonato, Haddad Maia tem vários motivos para comemorar. Com as quatro vitórias conquistadas em Tyler, a ex-número 58 do mundo garantiu uma ascensão de 51 posições no ranking da ​WTA, voltando ao top 200 - ocupa agora a posição #184 -, garantindo assim uma vaga, ao menos, no qualifying do Australian Open em janeiro. Já Osuigwe vai alcançar sua melhor posição na carreira como profissional após a conquista do troféu, subindo da posição #309 para a #226.

VAVEL Logo