Casal Monteiro e Haddad Maia vence, mas Clezar cai na estreia do quali do Australian Open 
Foto: Divulgação / Australian Open 

Casal Monteiro e Haddad Maia vence, mas Clezar cai na estreia do quali do Australian Open 

Dois brasileiros saíram vivos do primeiro dia de disputa da fase qualificatória para a chave principal do Grand Slam australiano

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Na madrugada desta terça-feira (8), o Brasil teve três representantes estreando no qualifying do Australian Open, primeiro Grand Slam do ano. Foram duas vitórias, de Beatriz Haddad Maia e Thiago Monteiro, e uma derrota, de Guilherme ClezarThomaz Bellucci, que enfrenta o tcheco #144 Lukas Rosol, e Rogério Dutra Silva, o Rogerinho, que duela com o britânico #190 Daniel Evans, completam o quinteto de brazucas que disputam vaga na chave principal do torneio asiático. 

Tenista com melhor ranking do país no feminino, a #176 Beatriz Haddad Maia triunfou sobre a norte-americana #157 Lauren Davis por 2 sets a 0, com duplo 6/3, em 1h11 de partida. Altamente dominante, a brasileira venceu 85% dos pontos com o primeiro saque e quebrou a estadunidense em quatro oportunidades. A próxima adversária de Bia será a eslovena #180 Kaja Juvan, que passou pela belga Yanina Wickmayer. A brasileira eliminou Juvan há cerca de uma semana no quali de Auckland.

Em seu debute no qualificatório, o cabeça de chave número dezessete, o #127 Thiago Monteiro. venceu o wildcard australiano #340 Aleksandar Vukic por 2 sets a 1, de virada, parciais de 3/6, 7/6 (5) e 6/3, em 1h51. Em um jogo disputadíssimo, o brasileiro foi quebrado duas vezes no set inicial, foi preciso para levar o segundo no tie-break, e fez valer a soberania técnica para conseguir dois breaks e fechar o terceiro. Na segunda rodada do quali, o cearense medirá forças com o francês Grégoire Barrère, #158 do mundo. 

O último a entrar em quadra foi o gaúcho #235 Guilherme Clezar, que acabou sendo derrotado pelo alemão #207 Rudolf Molleker em sets diretos, parciais de 7/6(10) e 7/6(6), em 1h56 de confronto. Em uma partida que não teve um break point sequer, o ganhador foi decidido no detalhe. O brasileiro chegou a ter cinco set points na primeira parcial e dois na segunda, mas não aproveitou e levou a virada em ambas. Molleker enfrenta agora o indiano Ramkumar Ramanathan

VAVEL Logo