Osaka e Kvitova se enfrentam na final do Australian Open em disputa pelo topo do ranking
Foto: Divulgação/WTA

Osaka e Kvitova se enfrentam na final do Australian Open em disputa pelo topo do ranking

Ambas as tenistas entram na final com ao menos um título de Slam na carreira, mas buscam liderar a WTA pela primeira vez

henrique
Gabriel Matos

A edição de 2019 do Australian Open se iniciou com 11 tenistas disputando a liderança do ranking da WTA e a definição só se dará na última partida do torneio entre a japonesa #4 Naomi Osaka, de 21 anos, e a tcheca #6 Petra Kvitova, 28, que superaram seis rodadas completas na competição e formaram a segunda final consecutiva do Slam australiano que decidirá quem se tornará a #1 do mundo.

Osaka se mostra admirada com nova final de Major, mas destaca: "Fruto do meu trabalho"

A partida, realizada nesse sábado (26), às 6h30 (horário de Brasília), vale muito para ambas as tenistas: tanto Kvitova, quanto Osaka, buscam o topo do ranking da WTA pela primeira vez em suas carreiras, além de um título inédito no Australian Open. A tcheca tem como melhor marca a segunda colocação e dois títulos de Slams, ambos em Wimbledon. Osaka, que sequer estava no top 70 há 52 semanas, é a mais recente campeã de um major, vencendo o US Open de 2018.

Kvitova admite surpresa com ida à decisão do Australian Open: "Não pensei que fosse capaz"

Kvitova busca manter a sua invencibilidade em finais de Slams, vencendo as edições de 2011 e 2014 na grama britânica. Na Austrália, seu melhor resultado havia sido as semifinais em 2012, quando caiu para Sharapova. Na campanha atual, a tcheca não perdeu nenhum set, tendo passado menos de oito horas nos seis confrontos, um recorde nos três torneios de major em que alcançou a final.

Naomi Osaka já entra para a final como a tenista mais jovem a alcançar a final de dois Slams em sequência desde Ana Ivanovic, que o fez em 2008. Caso conquiste o título, será a mais jovem a vencer dois Slams consecutivos desde Serena Williams, que realizou o feito em 2002. A japonesa também é a segunda tenista do século a vencer seu primeiro major e alcançar a final do segundo de maneira sequencial. 

A final será a primeira partida entre as duas no circuito profissional, com Kvitova estando com uma pequena vantagem nas casas de aposta, com 55% de probabilidade de vitória. A tcheca venceu suas últimas sete finais, incluindo um título já em 2019, perdendo pela última vez em Linz 2016. Já Osaka fará sua quinta final na WTA, a primeira na temporada, tendo perdido sua mais recente, em Tóquio 2018 para Karolina Pliskova.

Campanha de Osaka até a final

R1: 6/4 6/2 vs #80 Magda Linette

R2: 6/2 6/4 vs #78 Tamara Zidansek

R3: 5/7 6/4 6/1 vs #28 Su-Wei Hsieh

R4: 4/6 6/3 6/4 vs #13 Anastasija Sevastova

QF: 6/4 6/1 vs #7 Elina Svitolina

SF: 6/2 4/6 6/4 vs #8 Karolina Pliskova

Campanha de Kvitova até a final

R1: 6/3 6/2 vs #51 Magdalena Rybarikova

R2: 6/1 6/3 vs #70 Irina-Camelia Begu

R3: 6/1 6/4 vs #49 Belinda Bencic

R4: 6/2 6/1 vs #87 Amanda Anisimova

QF: 6/1 6/4 vs #14 Ashleigh Barty

SF: 7/6(2) 6/0 vs #35 Danielle Collins

VAVEL Logo