Schwartzman agradece apoio dos brasileiros no título em 2018 e elogia Rio Open: "Me encanta"
Foto: Divulgação / Rio Open

Schwartzman agradece apoio dos brasileiros no título em 2018 e elogia Rio Open: "Me encanta"

Argentino fala sobre atmosfera positiva no torneio e projeta estreia dura contra Pablo Cuevas

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Atual campeão do Rio Open, o argentino Diego Schwartzman concedeu entrevista coletiva no Jockey Club Brasileiro, nesta segunda (18). Longe da chuva que caía e impedia os tenistas de jogarem e treinarem, o número 19 do mundo falou sobre seu início de temporada e sua expectativa para a sexta edição do torneio.

Perguntado sobre como chega ao Rio Open, Schwarzman disse ter sentido o cansaço em Buenos Aires, mas que está inteiro e preparado para o torneio carioca.

"Me sinto bem, foi uma boa semana em Buenos Aires, grandes partidas. Um pouco cansado na final, Cecchinato foi muito bem. Chego muito confiante no Rio, primeira rodada difícil contra o Cuevas. Vou descansar bem pois venho de uma semana muito intensa em Buenos Aires. Espero ir bem no Rio".

O argentino fez questão de agradecer aos torcedores que o apoiaram na decisão do ano passado. Para ele, o título ajuda a aumentar a confiança e a motivação para a competição.

"Tenho confiança devido ao título do ano passado. Amanhã tenho um jogo muito difícil contra o Cuevas, terei que estar muito preparado. Sempre jogo um bom tênis aqui no Rio. Vai ser difícil, mas estou confiante. Agradecer muito a torcida ano passado, parecia que não era argentino. Este torneio me encanta, sempre bom estar aqui. É lindo para mim sentir que os brasileiros estão torcendo por mim".

"As expectativas são muito boas. Tanto na Austrália como na Argentina me senti bem. Como disse me sinto muito cômodo no Rio para jogar tênis. Tenho que me concentrar, jogar 100%. Aqui no Rio tem muitos bons jogadores como Thiem, Fognini, Cecchinato, que vem buscar o título, como também o Cuevas que enfrento amanhã. Todos os jogadores tem que estar concentrados para ganhar o título".

Schwartzman também avaliou sua estreia contra o uruguaio Pablo Cuevas, campeão do  Rio Open em 2016. 

"Espero uma partida muito difícil e disputada, com muitos rallys e bons pontos. Nos conhecemos muito bem, sabemos muito sobre os pontos positivos e negativos de cada um. Espero uma partida disputada e os pequenos detalhes vão fazer a diferença".

Questionado sobre a importância do título do ano passado em sua carreira, o tenista top 20 do mundo disse ter sido um grande passo para alçar vôos maiores.

"Foi muito importante pois havia sido o primeiro ano que estava no top 20. Seria um desafio seguir subindo no ranking, começar o ano com um título de ATP 500 no Rio foi muito importante para minha confiança e para acreditar que podia ganhar esse tipo de torneio".

Por fim, Diego fez uma projeção do que espera para 2019.

"Sempre foi ganhar títulos, estar jogando um bom tênis, alcançar meus objetivos. Tive boas oportunidades nessas duas semanas na Argentina, espero manter esse nível de tênis para conseguir terminar o ano o mais próximo possível do top 10".

VAVEL Logo