Em batalha de brasileiros, Soares/Melo vencem Wild/Alves e seguem vivos no Rio Open
Foto: Rio Open

Em batalha de brasileiros, Soares/Melo vencem Wild/Alves e seguem vivos no Rio Open

Cabeças de chave encontram muita resistência diante dos jovens, mas conseguem vitória importante por 2 sets a 1

lucasoliveira
Lucas Oliveira

Os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo seguem firme em busca do título do Rio Open. Os cabeças de chave avançaram para a segunda rodada do ATP 500 depois de vencer o duelo de brasileiros contra os jovens Thiago Wild e Matheus Alves, ambos com apenas 18 anos, por 2 sets a 1, parciais de 7/6, 3/6 e 10/8, em 1h34 minutos de partida.

O primeiro set foi muito disputado, com as duas duplas tentando a vantagem no placar. Os jovens não sentiram pressão de jogar diante dos dois melhores jogadores do Brasil de duplas nos últimos anos e deram muito trabalho para os veteranos. No quarto game, Melo teve o seu saque quebrado e viram os estreantes do torneio abrirem 4/1 na parcial. A dupla sacou para o set no nono game mas teve o serviço quebrado e igualou o jogo em 5/5. A parcial continuou empatada e foi decidida no game desempate.

O tie-break não poderia ser diferente e o jogo continuou disputadíssimo. Com belo winner de devolução de Alves, a dupla de novatos conquistou o mini break, abrindo 4/1. A partida continuou sem mini breaks e os jovens tiveram três set points, que foram salvos pelos mineiros para empatar a partida mais uma vez. No 16° ponto, os veteranos conquistaram o mini break decisivo para fechar em 7/6 (7), em 50 minutos.

No segundo set, os mais experientes começaram quebrando o serviço e abrindo 2/0 na parcial. Precisando reagir, os jovens não abaixaram a guarda e continuaram indo para cima. Sacando bem e firme nas devoluções, os novatos mostraram força e emplacaram duas quebras de saque seguidas para virar a partida em 5/3. No nono game, Soares cometeu a quinta dupla falta para selar a vitória dos meninos no segundo set.

O jogo foi para o ‘super tie-break’, que foi muito disputado do início ao fim e a tensão tomou conta da quadra 1 do Aberto do Rio de Janeiro. De um lado, duas promessas do tênis brasileiro, do outro, dois atletas consolidados no esporte. Com uma mini quebra decisiva, os veteranos tiveram três chances de selar a classificação. Os jovens guerreiros não desistiram e salvaram dois match points, mas não conseguiram resistir aos cabeças de chave, que fecharam o jogo na sequência em 10/8.

Agora, os favoritos ao títulos medirão forças nas quartas de final diante dos vencedores da partida entre os brasileiros Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva, que vão encarar o português João Sousa e o britânico Cameron Norrie.

VAVEL Logo