Em duelos de sacadores, Kyrgios leva a melhor sobre Isner
e está na final em Acapulco
Foto: Divulgação/ATP

Em duelos de sacadores, Kyrgios leva a melhor sobre Isner e está na final em Acapulco

Australiano continua grande campanha no torneio, derrota norte-americano em quase 2h30 e vai à decisão para enfrentar Alexander Zverev

gustavo-cipriano
Gustavo Cipriano

O #72 Nick Kyrgios está na decisão do ATP 500 de Acapulco, no México. Depois de Rafael Nadal e Stan Wawrinka, o canadense despachou o #9 Johh Isner dessa vez, em vitória por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 5/7, 7/6(7), em 2h28, na madruga deste sábado (2).

Como era de se esperar, o jogo foi marcado pelos saques dos tenistas. Com exceção dos únicos dois games de quebra na partida – um no primeiro set a favor de Kyrgios e outro no segundo para Isner, houve apenas três break points para serem disputados em todo o duelo; todos foram salvos.

Os dois jogadores ficaram quase que empatados em números de aces, com o australiano obtendo 25 e o norte-americano 24. Ambos também tiveram mais de 80% de pontos ganhos quando o primeiro saque entrou na quadra. A grande diferença ficou nas duplas faltas. O vencedor do jogo cometeu apenas uma, enquanto que o adversário teve seis em sua conta.

Este cenário levou para uma grande decisão através de um tiebreak, depois de um terceiro set em que ninguém chegou perto de ameaçar o serviço do oponente. Os tenistas trocaram alguns belos pontos, outros bons saques e um par de mini-breaks. Kyrgios chegou a sacar para o jogo em 7-6, e não confirmou, mas conseguiu pressionar Isner logo depois e fechou em 9-7.

Com mais de nove horas em quadra somadas nesta semana, Nick Kyrgios vai à final do torneio mexicano enfrentar o #3 Alexander Zverev. Para chegar à decisão, o cabeça de chave número dois derrotou  o britânico #64 Cameron Norrie por 2 sets a 0, em menos de uma hora e meia de partida. Até hoje, o alemão e o australiano se enfrentaram seis vezes, com metade das vitórias para cada. Kyrgios vai atrás do seu quinto título na carreira, enquanto Zverev busca o 11º.

VAVEL Logo