Em jogo de três sets, Kerber passa por Sabalenka e avança em Indian Wells
(Foto: Divulgação/WTA)

Em jogo de três sets, Kerber passa por Sabalenka e avança em Indian Wells

Alemã e bielorussa fizeram grande jogo no jogo de encerramento do dia

mateus-dos-anjos
Mateus Dos Anjos

Pelas oitavas de final do WTA Premier de Indian Wells, a alemã #8 Angelique Kerber batalhou muito e venceu a bielorrussa #9 Aryna Sabalenka, por 2 sets a 1, parciais de 6/1, 4/6 e 6/4, em 1h44 minutos de jogo, na madrugada desta quarta-feira (13).

No primeiro set, atropelo da alemã. Sem tomar conhecimento da adversária, Angelique Kerber impôs seu jogo, sempre buscando o fundo de quadra e exibindo um forehand devastador, que colocou Sabalenka nas cordas.

Apesar dos 20 erros não-forçados terem contribuído bastante para a derrota da bielorrussa no set, Kerber conseguiu ótimo aproveitamento em seu segundo serviço e, além disso, conseguiu quebrar o serviço de Sabalenka por três vezes e fechou o set em 6/1.

No segundo set, Kerber começou jogando conforme a primeira parcial e parecia que venceria. Parecia. Após abrir 2-0 no set, Kerber teve a oportunidade de sacar e abrir 3-0, mas com 3 duplas faltas, acabou sucumbindo diante de Sabalenka, que quebrou o serviço da germânica e voltou ao jogo com todas as forças, imprimindo forte ritmo e vencendo o set por 6/4.

Na última parcial uma verdadeira loucura digna de WTA. Após abrir 4-1 e ter o saque, Aryna Sabalenka não conseguiu confirmar seu serviço e deu oportunidade para uma incrível remontada de Angelique Kerber. A alemã, que parecia combalida em quadra, ativou o modo fênix, ressurgindo das cinzas, e venceu 5 games consecutivos, com direito a 3 quebras. Com isso, fechou o set em 6/4 e o jogo em 2 sets a 1.

A vitória leva Angelique Kerber às quartas de final do torneio e agora terá pela frente a veterana americana #36 Venus Williams, que bateu outra alemã, a #97 Mona Barthel, por 2 sets a 0. O duelo, que está marcado para a próxima quinta-feira (14), às 16h de Brasília, será décimo entre ambas no circuito profissional, com ampla vantagem da número 8 do mundo, que venceu 6.

VAVEL Logo