Lajovic sofre, mas vence Sonego em Monte Carlo e atinge melhor resultado da carreira
Foto: Divulgação/ATP

Lajovic sofre, mas vence Sonego em Monte Carlo e atinge melhor resultado da carreira

Em duelo equilibrado, sérvio leva a melhor nos detalhes e avança em busca de final inédita em torneios Masters 1000

gustavo-cipriano
Gustavo Cipriano

O #48 Dusan Lajovic está nas semifinais do Masters 1000 de Monte Carlo, disputado no saibro, em Mônaco. Algoz de Thiem nas oitavas, o sérvio garantiu a vaga após derrotar o italiano #96 Lorenzo Sonego, que veio do qualifying e se tornou uma das sensações do torneio, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, após 1h48 de partida.

O jogo foi bastante equilibrado. Os dois tenistas estiveram firmes em seus serviços, e não deram muitas chances ao outro. Lajovic levou a melhor por ter execução um pouco melhor nos fundamentos, principalmente nos momentos importantes. Ambos tiveram quatro chances de quebrar o serviço do adversário, e conseguiram justamente o aproveitamento contrário um do outro: três break points para o sérvio, e apenas um para o italiano.

Com exceção de aces (1-3) e duplas faltas (2-1), Lajovic esteve acima em todos os aspectos; não por muito, mas esteve. 63% contra 58% de primeiro saque entrando em quadra; 52% de aproveitamento com o segundo saque versus 48% do oponente; 6 a 5 em máximo de pontos ganhos consecutivos, e muito mais.

Com esse cenário, o número 48 do mundo sofreu um pouco, mas não chegou a ser muito ameaçado. No primeiro set, uma quebra precisa no único game em que o oponente deu chances no seu saque foi suficiente: 6/4 após 46 minutos.

A segunda parcial foi ainda mais equilibrada. Confiante, o sérvio ganhou no serviço do oponente logo no início e caminhava tranquilamente, quando o italiano deu o troco no 3/2 contra. Foi um set de pontos muito disputados e longos, chegando à duração de uma hora e dois minutos.

Por fim, Sonego abriu mais uma porta quando sacava em 5/5 e o adversário não perdoou, perdendo somente um ponto naquele game. Na vantagem, o sérvio confirmou o seu saque em seguida e faturou o confronto.

Com a vitória, Lajovic consegue um feito inédito. Ele nunca havia passado dessa fase em um torneio Masters 1000 ou maior na chave de simples até então. Seu último grande resultado foi no Aberto de Madrid no passado, quando chegou às quartas de fina.

Buscando uma vaga na decisão do Rolex Monte-Carlo Masters, Lajovic irá encarar o russo #14 Daniil Medvedev, que surpreendeu e eliminou o sérvio #1 Novak Djokovic, bicampeão do torneio, com uma vitória por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 4/6 e 6/2.

VAVEL Logo