Ferrer passa por Bautista Agut, avança em Madrid e adia aposentadoria do tênis
Foto: Divulgação / ATP

Um dos maiores nomes da história do tênis, o wildcard #144 David Ferrer mostrou porque é conhecido por toda sua luta e garra dentro das quadras. Nesta terça (07), o ex-top 3 do mundo enfrentou seu compatriota #21 Roberto Bautista Agut, no que poderia ser seu último jogo como tenista profissional. Mas como um bom guerreiro, Ferrer se recusou a largar a batalha e, em uma partida muito disputada, triunfou por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 4/6 e 6/4, em 2h36 de duelo, e avançou à segunda rodada do Masters 1000 de Madrid, seu torneio de despedida.

Em um primeiro set equilibradíssimo, Ferrer começou acumulando erros e precisou salvar break points nos games iniciais para manter-se no jogo. Porém, o experiente tenista calibrou os golpes e passou a pressionar o saque do compatriota. Bautista Agut, por sua vez, deu muitos pontos de graça para o adversário, o que acabou fazendo a diferença no resultado final. Com uma quebra crucial, Ferrer fechou em 6/4 e largou na frente.

O panorama se manteve na segunda parcial. Bautista Agut desperdiçou triplo break point no início do set e penou até conseguir quebrar o serviço de Ferrer. Depois de nove games jogados, o espanhol enfim se impôs diante do veterano, que não resistiu aos forehands agressivos do adversário. No terceiro set point a seu favor, Bautista Agut concluiu o break e devolveu o 6/4.

Apesar da vitória na parcial anterior, o tenista da Espanha foi quebrado logo no primeiro game do terceiro set e viu Ferrer abrir 2/0 rapidamente. Bautista Agut até reagiu e deixou tudo igual, mas acabou sendo quebrado novamente logo depois. O que se repetiu nos dois games seguintes, deixando David na frente do marcador com 4/3. A partir daí, foi só segurar a vantagem e decretar a vitória por 6/4. 

Na próxima rodada, Ferrer terá pela frente o alemão #4 Alexander Zverev, que começou de bye no torneio por ser um dos principais cabeças de chave. Os tenistas já se enfrentaram duas vezes em 2019. Em Acapulco, com Sascha levando a melhor, e em Miami, com o espanhol triunfando em um grande jogo.

VAVEL Logo