Nadal arrasa Nishikori, avança às semis e segue firme rumo ao 12º título em Roland Garros
Foto: Divulgação / ATP

Maior campeão da história de Roland Garros com 11 títulos, o #2 Rafael Nadal teve uma exibição brilhante nesta terça-feira (4). Avassalador, o espanhol deu um show e atropelou o japonês #7 Kei Nishikori por 3 sets a 0, parciais de 6/1, 6/1 e 6/3, em 1h51 de partida. Com o resultado, o 'Toro Miúra' se garantiu na fase semifinal do torneio. Vale destacar que todas as vezes que chegou entre os quatro melhores tenistas, Nadal saiu de Paris com o troféu de campeão.

O domínio do espanhol durante toda a partida foi assustador. Aplicando winners de todos os cantos da quadra, o hendecampeão do Aberto da França não deu chances ao japonês em nenhum momento. Com devoluções profundas e um forehand agressivo, Nadal foi superior do início ao fim. No primeiro set, perdeu apenas dois pontos com o 1° serviço, quebrou o saque de Nishikori em duas oportunidades e fechou em 6/1 tranquilamente.

Ditando o ritmo do jogo, o 'Toro Miúra' não diminuía o volume e a intensidade, frustrando qualquer tentativa de reação do tenista nipônico. Mesmo quando conquistou um break no segundo set, Nishikori sequer assustou. Em contrapartida, Nadal obteve quatro quebras de saque e não deixou o adversário confirmar um serviço sequer. Assim como na parcial anterior, fechou em 6/1 sem sustos.

No terceiro set, Nishikori até conseguiu melhorar seu nível de atuação, mas não foi o bastante para fazer frente a um espanhol inspiradíssimo. Com um break logo nos games iniciais, o número dois do mundo abriu 4/1 e, mesmo com a paralisação de uma hora por causa da ameaça de chuva, controlou a vantagem com autoridade. Servindo para a vitória, fechou em 6/3 e se garantiu nas semis pela 12ª vez em 15 participações.

Por uma vaga na final do French Open, Nadal enfrentará seu maior adversário: o #3 Roger Federer. O suíço passou pelo compatriota #24 Stan Wawrinka por 3 sets a 1, parciais de 7/6 (4), 4/6, 7/6 (5) e 6/4, e assegurou o 39º Fedal da história do tênis, o sexto em Roland Garros. Vale lembrar que o espanhol levou a melhor em todos os cinco anteriores realizados no saibro francês.

VAVEL Logo