Na 39ª edição do clássico, Nadal vence Federer com tranquilidade e vai à final em Roland Garros
Foto: Divulgação / Roland Garros

Na 39ª edição do clássico, Nadal vence Federer com tranquilidade e vai à final em Roland Garros

Espanhol domina grande parte do duelo, triunfa em sets diretos e aumenta freguesia sobre o rival no saibro francês

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Depois de 20 meses, Rafael Nadal (#2) e Roger Federer (#3) voltaram a se enfrentar. O vento atrapalhou, incomodou, mas o 39º episódio de uma das maiores rivalidades do tênis aconteceu em Roland Garros. Em uma partida que não teve todo o equilíbrio que marcou a história dos dois tenistas, o espanhol dono de 11 títulos do torneio superou o suíço por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, em 2h25, e se classificou para a decisão do Grand Slam parisiense pela 12ª vez na carreira.

Com o resultado, Nadal aumentou mais ainda a vantagem no confronto direto entre os dois. Agora são 24 vitórias para o espanhol e 15 para o suíço. No Aberto da França, os números são mais expressivos ainda. São seis triunfos em seis encontros no saibro francês. Além disso, o 'Toro Miúra' quebrou uma série de seis jogos de invencibilidade de Federer, que vinha sendo construída desde 2015.

Com uma ventania que incomodava a todos os presentes na Philippe-Chatrier, o Fedal começou com a qualidade de tênis comprometida. Mas isso não impediu que os ícones do esporte colecionassem ótimos pontos. Quebrando o saque do suíço logo no início, Nadal abriu 3/0 e abriu vantagem. Porém, acabou oscilando e viu Federer devolver a quebra e esboçar uma reação. Só que parou por aí. O espanhol retomou o controle do set, conquistou outro break e, sem sustos, fechou em 6/3. 

Mais intenso e partindo para cima do adversário, Federer quebrou o 'Toro Miúra' nos games iniciais e largou com o pé direito na segunda parcial. Entretanto, o espanhol tratou de correr atrás do prejuízo. Castigou o suíço com ótimos backhands na cruzada e com forehands profundos. Após devolver a quebra, se impôs nos momentos decisivos do set e, com um break no nono game, passou a liderar o placar. Sacando para o set, fechou em 6/4 e viu o jogo ficar bastante favorável.

Visivelmente frustrado com a derrota na parcial anterior, Federer foi atropelado no terceiro set. Voando em quadra, Nadal foi firme nas devoluções e atuou de forma agressiva e consistente, terminando o set com 13 winners, contra apenas quatro do suíço. Obtendo duas quebras em sequência, fez 5/1 no marcador e apenas controlou a superioridade para decretar a vitória por 6/2.

Em sua 12ª decisão no French Open, o hendecampeão irá enfrentar o ganhador do duelo entre o sérvio #1 Novak Djokovic e o austríaco #4 Dominic Thiem, que tiveram a partida interrompida por causa da chuva que caía em Paris. Vale destacar que Nadal nunca foi derrotado em uma final no saibro francês. 

VAVEL Logo