Feliciano Lopez supera Simon e conquista o título em Queen's pela segunda vez na carreira
Foto: Divulgação / Fever-Tree Championships

Vindo de uma fase ruim na carreira em simples e de uma queda acentuada no ranking, o #113 Feliciano Lopez mostrou que o ATP 500 de Queen's realmente é especial para ele. Coroando uma semana mágica na grama londrina, o espanhol derrotou o francês #38 Gilles Simon na decisão por 2 sets a 1, parciais de 6/2, 6/7 (4) e 7/6 (2), em 2h49 de uma partida disputadíssima, e conquistou o título do torneio pela segunda vez na carreira. A primeira havia sido há dois anos atrás.

Aos 37 anos de idade, Lopez se tornou o campeão mais velho do Fever-Tree Championships, superando seu próprio recorde, que foi estabelecido em 2017. Além disso, se tornou o primeiro wildcard a levantar o caneco em Queen's desde Pete Sampras, em 1999. Esse foi o sétimo troféu da carreira do experiente espanhol, o quarto jogando na grama. Com o resultado, o tenista garantiu um salto de 60 posições e, na próxima atualização do ranking da ATP, estará no 53º lugar.

Lopez foi impecável no primeiro set. Bem nas devoluções e dominante em seus games de saque, o espanhol não deu chances ao francês, que parecia não encontrar maneiras de incomodá-lo. Com duas quebras ao longo da parcial, o canhoto de 37 anos fechou em 6/2 e largou na frente na grande final.

Porém, o panorama mudou no segundo set. Simon voltou mais consistente e servindo com mais firmeza, o que fez com que a partida ficasse equilibrada. Depois de uma quebra para cada lado, a decisão foi para o tie-break, onde Lopez chegou a abrir 4-2, mas viu o francês elevar seu nível de jogo e reagir, conquistando cinco pontos seguidos e fechando em 7/6 (7-4).

O terceiro e último set foi o mais disputado. Fazendo valer o alto aproveitamento com o 1° serviço, ambos os tenistas fecharam todas as portas na parcial. Enquanto Lopez salvou três break points, Simon salvou sete. Depois de 12 games jogados e nenhuma quebra, o campeão foi ser conhecido através de outro tie-break.

Dessa vez, o experiente espanhol se impôs desde o início e não deixou o francês nem acreditar em uma virada. Obtendo duas mini quebras, Lopez liderou o placar desde os pontos iniciais e, com mais uma grande subida à rede, decretou a vitória por 7/6 (7-2), sagrando-se bicampeão em Londres.

VAVEL Logo