Lopez/Murray vencem Ram/Salisbury e sagram-se campeões do ATP 500 de Queen's
Foto: Divulgação / Fever-Tree Championships

Lopez/Murray vencem Ram/Salisbury e sagram-se campeões do ATP 500 de Queen's

Parceria formada por espanhol e britânico triunfam no super tie-break e coroam semana mágica em Londres

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Mágica. Não existe outra palavra que defina melhor o que foi essa semana para a dupla formada por Feliciano Lopez e Andy Murray. Enquanto o espanhol de 37 anos já havia conquistado o título nas simples, o britânico voltava às quadras depois de passar por uma cirurgia no quadril, buscando melhorar da lesão que quase culminou em sua aposentadoria. 

Neste domingo (23), os tenistas coroaram a grande campanha ao serem campeões do ATP 500 de Queen's derrotando na decisão o britânico Joe Salisbury e o norte-americano Rajeev Ram, algozes de Bruno Soares e dos irmãos Bryan no torneio, por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (6), 5/7 e 10/5, em 1h51 de partida.

Até levantar o troféu na grama londrina, Lopez e Murray superaram nomes fortíssimos. Na estreia, bateram Cabal/Farah, cabeças de chave número um. Depois, tiveram o término da partida contra Evans/Skupski adiada por falta de luz natural. Com isso, precisaram jogar as quartas e as semis no mesmo dia. Para garantir a vaga na final, despacharam Kontinen/Peers, que defendiam o título do Fever-Tree Championships.

O jogo

No primeiro set, Lopez e Murray deram tudo de si e venceram na garra e na superação. Depois de terem sido quebrados, os tenistas viram os adversários sacarem para a parcial com 5/4, mas não desistiram e buscaram o placar. Com uma ótima devolução de Murray no deciding point, devolveram a quebra e levaram a decisão para o tie-break, onde novamente estiveram em grande desvantagem.

Com um começo de game desempate animador, Ram e Salisbury conseguiram duas mini quebras e abriram 5-1 rapidamente. Porém, a dupla formada pelo espanhol e pelo britânico correu atrás do prejuízo mais uma vez, conquistou pontos em sequência e, no primeiro set point a seu favor, fechou em 7/6 (8-6), largando na frente na final.

O jogo seguiu parelho na segunda parcial. Com as duas parcerias sacando muito bem e definindo os pontos junto à rede, foram pouquíssimas chances de quebra. Enquanto Ram e Salisbury não davam brechas com ótimos saques e voleios firmes, Murray e Lopez eram consistentes e encaixavam boas passadas. 

Entretanto, depois de 11 games disputados, o norte-americano e o britânico contaram com um game abaixo de Murray e chegaram ao triplo set point. Sem precisar elevar o nível, aproveitaram um erro de voleio bobíssimo de Lopez e confirmaram a quebra de serviço, fechando em 7/5 e deixando tudo igual na decisão.

Com o marcador empatado em 1 set a 1, a dupla campeã foi ser conhecida no super tie-break. Assim como em todo o duelo, o equilíbrio continuou. Mas tudo mudou a partir do 4-4. Inspiradíssimo, Lopez aplicou passadas de devolução sensacionais e fechando a rede com maestria, ganhando junto de Murray cinco pontos seguidos e abrindo 9-4. Contando com um erro de Salisbury, o espanhol e o britânico fecharam em 10-5 e sagraram-se campeões em Queen's.

VAVEL Logo