Serena oscila, mas vence Riske e avança às semis em Wimbledon pela 12ª vez na carreira
Foto: Divulgação / WTA

Serena oscila, mas vence Riske e avança às semis em Wimbledon pela 12ª vez na carreira

Norte-americana perde set, corre atrás do prejuízo e com muita luta se garante entre as quatro semifinalistas do Slam londrino

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Heptacampeã, a #10 Serena Williams segue firmo rumo a mais um título na grama sagrada de Wimbledon. Nesta terça (9), a norte-americana encontrou dificuldades, mas bateu sua compatriota #55 Alison Riske, algoz da número um do mundo Ashleigh Barty, por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 4/6 e 6/3, em 2h de uma partida disputada, e se garantiu nas semis do torneio pela 12ª vez na carreira.

Com o resultado, Serena mantém vivo o sonho de alcançar o recorde de Margaret Court. Campeã de 23 Grand Slams, a tenista dos Estados Unidos está a apenas um título de se igualar a australiana, maior vencedora da história do esporte. O último troféu levantado pela norte-americana em Londres foi em 2016, antes de se tornar mãe.

Oscilando bastante durante o jogo, a mais nova das irmãs Williams precisou se motivar em diversos momentos para não perder o foco. Apesar de não estar em seus melhores dias com o saque, disparou 19 aces e foi muito precisa nas devoluções, não deixando que a adversária conseguisse se distanciar no placar.

No primeiro set, Riske chegou a abrir 3/1, mas Serena se manteve firme, caprichou nos golpes do fundo da quadra quando a compatriota esteve no saque e, com duas quebras, fechou a parcial em 6/4. Entretanto, no segundo set, Riske foi quem se impôs e aproveitou bem as chances. Com um único break no nono game, devolveu o 6/4 e empatou a partida.

Embalada, a norte-americana começou a terceira parcial com uma quebra e parecia dominar a ex-número um do mundo, que rapidamente mostrou que não era nada disso. Devolvendo o break logo depois e conquistando mais um em seguida, Serena abriu 3/1. Porém, voltando a cometer erros bobos, viu Riske igualar o marcador novamente e complicar o duelo.

Foi aí que a ofensividade deu resultado. Devolvendo os saques da compatriota com autoridade e aplicando 20 winners ao longo do set, a Williams obteve mais uma quebra e, com um ace, decretou a vitória suada por 6/3. 

Por uma vaga na decisão de Wimbledon, Serena medirá forças com a tcheca #54 Barbora Strycova, que superou a britânica #18 Johanna Konta em sets diretos, parciais de 7/6 (5) e 6/1.

VAVEL Logo