Nadal vence Tsitsipas de virada e seca Zverev para avançar no ATP Finals
Foto: Divulgação/ATP

Em mais uma vitória de virada, o #1 Rafael Nadal venceu o #6 Stefanos Tsitsipas com parciais de 6/7(4), 6/4 7/5, no jogo mais longo do ATP Finals até o momento. Esta é a primeira participação do grego no torneio e vinha de duas vitórias sem perder sets torneio dos campeões.

Sem ter seu serviço ameaçado durante a partida, Nadal quebrou Tsitsipas apenas uma vez no segundo set e uma vez no terceiro para vencer a partida de virada em 2h52. Nadal nunca perdeu uma partida durante sua carreira em que não enfrentou break point - essa foi a 128ª vez.

Este é o sexto confronto entre o espanhol e o grego. Os dois tenistas já se enfrentaram antes três vezes nesta temporada com retrospecto favorável para o detentor de 19 Grand Slams – dois a um. Esta é a primeira vez que o espanhol vence uma partida em cima de Tsitsipas perdendo um set - as outras haviam sido em sets diretos.

Em entrevista pós jogo, Nadal comentou que fez tudo que poderia ter feito. "Eu lutei até o fim há dois dias e hoje. Se eu estiver apto para jogar amanhã [Rafa depende do resultado do jogo entre Zverev e Medvedev] contra Roger, vai ser uma grande honra. Se eu não estiver, eu espero muito poder ver vocês no ano que vem. Muito obrigado. Obrigado a todos."

O primeiro set começou com bastante equilíbrio e foi decidido no tiebreak. Mais errático durante o game decisivo, Nadal cometeu quatro erros não-forçados e viu seu adversário sair na frente no placar após ter disparado um ace para liquidar a parcial por 7/6(4), em 59 minutos. Mais firme, Tsitsipas disparou mais bolas vencedoras, 13 a dez, e cometeu menos erros não forçados. O jovem tenista perdeu apenas um ponto das sete vezes em que subiu à rede.

Na segunda parcial, Nadal começou a pressionar mais o serviço de Tsitsipas. Na quarta oportunidade, o espanhol quebrou o grego e sacou em 5/4. No terceiro set point, o 'Toro Miúra' fechou a série e empatou o jogo em um a um. O detentor de 19 Grand Slams cresceu o suficiente no final da parcial que venceu 12 dos últimos 16 pontos disputados.

A última série não foi diferente. Os dois tenistas confirmaram seus respectivos serviços até o décimo game. Na quinta oportunidade que teve, Nadal quebrou Tsitsipas e sacou para o jogo em 6/5. Na primeira chance de liquidar a partida, fechou o jogo. O espanhol perdeu dois pontos com seu primeiro serviço e disparou mais do que o dobro de bolas vencedoras: 18 a oito.

O espanhol, para conseguir vaga na semifinal do torneio, precisará torcer para o #4 Daniil Medvedev vencer o atual campeão, #7 Alexander Zverev, em jogo que acontece nesta sexta-feira (15) às 17h.

Com a derrota de Novak Djokovic para Roger Federer na fase de grupos, Rafael Nadal garantiu a liderança no ranking e, se torna assim, o jogador mais velho a terminar o ano como número um na história do ranking da ATP desde 1973 quando Ilie Nastase ocupou esta posição. O espanhol finalizará a temporada no topo pela quinta vez em sua carreira – empatando assim com Jimmy Connors, Novak Djokovic e Roger Federer. Pete Sampras foi o único tenista a ter finalizado seis vezes um ano como número um. Esta é a nona vez desde 2000 que a liderança do ranking foi decidida no ATP Finals.

VAVEL Logo