Jogando em alto nível, Canadá bate Grécia e estreia com o pé direito na ATP Cup
Foto: Divulgação / ATP Cup

Na noite desta quinta-feira (02), foi dado o pontapé inicial para a primeira edição da ATP Cup. Em Brisbane, Grécia e Canadá duelaram e abriram o Grupo F, que ainda conta com Alemanha e Austrália. Contando com ótimas atuações de Auger-Aliassime e Shapovalov, os canadenses ganharam as duas partidas de simples e fizeram 2 a 0, garantindo a vitória mesmo antes do embate nas duplas.

No primeiro jogo do dia, o #21 Felix Auger-Aliassime fez valer o favoritismo e sobrou em quadra. Sem dificuldades, o canadense colocou seu país em vantagem no confronto ao bater o grego Michail Pervolarakis, número #487 do mundo, por 2 sets a 0, parciais de 6/1 e 6/3, em apenas 1h05.

Dominante desde o começo do confronto, Felix conquistou quatro quebras ao longo do jogo e não enfrentou nenhum break point sequer. Firme da linha de base e soberano nas trocas de bola, o canadense precisou suar um pouco mais no segundo set, mas nada que o atrapalhasse a decretar a vitória. 

A segunda partida foi entre o #6 Stefanos Tsitsipas e o #15 Denis Shapovalov, protagonistas do duelo mais esperado do dia. Diferentemente do jogo que abriu o confronto, este foi equilibrado do início ao fim. Melhor nos momentos decisivos, o canadense triunfou em sets diretos, com parciais de 7/6 (6) e 7/6 (4), em 2h03.

Disputado em altíssimo nível, o primeiro set foi decidido no detalhe. Com os tenistas sacando muito bem, pouquíssimas foram as chances para cada lado. Tsitsipas chegou a ter um set point na única chance de quebra da parcial, mas viu Shapovalov se recuperar e confirmar o game de serviço. 

O jogo seguiu sem quebras e foi para o tie-break, onde o canadense chegou a liderar duas vezes, mas cometeu erros e cedeu o empate em sequência. Porém, aproveitando uma bola para fora do grego, chegou ao seu terceiro set point e aplicou um belíssimo ace, fechando em 7/6 (8-6) e largando na frente.

No segundo set, o equilíbrio se manteve. Ambos seguiram sacando com maestria e dominando os pontos utilizando principalmente o primeiro serviço, estatística que ditou o ritmo do confronto. Com isso, os games continuaram equiparados, mas dessa vez com mais break points ao longo da parcial.

Depois de salvar uma chance de quebra no começo do set, Tsitsipas teve três no 11° game e ficou muito perto de liderar o marcador. Entretanto, esbarrou novamente nos bons serviços de Shapovalov, que frustrou as tentativas do número seis do mundo. 

Sem deixar barato, o grego confirmou seu saque de zero logo depois e levou a decisão mais uma vez para o tie-break, onde os dois trocaram mini quebras, até que o canadense abriu vantagem e, fazendo valer os dois match points, decretou o triunfo com outro 7/6 (7-4).

Duelo de duplas encerra o confronto

Mesmo com o Canadá já tendo garantido a vitória, o jogo de duplas vem para dar números finais ao confronto. Curiosamente, os quatro tenistas retornarão à quadra para se enfrentar. Shapovalov e Auger-Aliassime do lado canadense, e Pervolarakis e Tsitsipas do lado grego.

VAVEL Logo